fbpx

Wanderson revela amizade com astro do futebol, se diz feliz no Inter e espera conquistas: “Não depende só de mim”

Atacante de 27 anos tem sido um dos bons nomes do time treinado por Mano Menezes

Autor do último gol do Inter no Brasileirão, que foi no empate em 1×1 contra o Atlético-GO no Beira-Rio, o atacante Wanderson concedeu entrevista ao Paredão do Guerrinha, da Rádio Gaúcha, avaliando o seu momento no clube, a escolha por jogar no Beira-Rio, o foco em títulos e a amizade com o centroavante belga Lukaku.

Vinda para o Brasil e foco em títulos

“Tenho muitos amigos na Rússia. Tenho contato quase diariamente com eles. Mas a situação lá está um pouco complicada. Quando eu saí do Krasnodar, o campeonato ainda estava em andamento, não teve pausa por causa da guerra. Há pouco tempo o campeonato acabou, com o Zenit campeão. Eu estou muito feliz no Inter, em Porto Alegre, e espero ficar aqui. Espero conquistar muitas coisas, mas isso não depende só de mim”

Escolha pelo Inter

“No momento que eu saí da Rússia, nos primeiros momentos, não queria ter contato com futebol, queria ficar com a minha família. Vivi momentos de tensão na Rússia, porque estava sozinho. Meu irmão me falou da transparência que o Inter mostrou, do projeto apresentado. Fiquei bem curioso em conhecer as pessoas. Tivemos várias conversas, com o presidente, o treinador, que me falou da forma que o Internacional gostaria de jogar. Eu vi que era um grande clube, um clube que necessita de títulos. Eu tinha um sonho de jogar no Brasil, mas quero conquistar títulos também”

Amizade com Lukaku

“Lukaku é um grande amigo meu (risos). Cresceu comigo e com meus irmãos na Bélgica. O pai dele também jogou com meu pai. A gente sempre teve essa convivência junto. Até hoje temos esse contato. Estou muito feliz pela carreira que ele está fazendo”

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas