Vice do Inter ressalta que o “projeto é do clube”, e responde se só Ramírez é capaz de comandar o trabalho

João Patrício Herrmann, vice-presidente de futebol, voltou a falar do trabalho de Ramírez

Publicidade

Colocado “na parede” pelo jornalista Vagner Martins durante o programa Os Donos da Bola-RS, da Bandeirantes, ao ser perguntado se somente Miguel Ángel Ramírez é capaz de tocar o atual projeto, o vice-presidente de futebol colorado João Patrício Herrmann ressaltou elogios ao treinador e lembrou que “o projeto de futebol é do clube” acima de tudo.

O dirigente lembrou que a nova gestão encabeçada pelo presidente Alessandro Barcellos foi eleita exatamente com o propósito de mudar o estilo de jogo e promover uma ruptura no jeito de jogar futebol:

“O projeto é do clube. O clube iniciou o projeto a partir do Conselho de Gestão que venceu a eleição buscando uma nova ideia de futebol e de jogar. Se entendeu que o Miguel era o nome mais indicado naquele momento. Conversamos com outros treinadores, mas optamos pelo Miguel. Será o nosso treinador durante todo esse ano ainda. Será cumprido por ambas as partes. A gente tem convicção que o trabalho vai melhorar. Acreditamos nesse elenco. O grupo já mostrou capacidade de reverter situações. Temos oportunidade agora no Brasileirão e na Copa do Brasil. Queremos fazer um ano melhor do que estamos fazendo até agora”, declarou Herrmann.

Em relação a reforços, o dirigente não adotou tom otimista sobre novas chegadas e valorizou o crescimento de atletas da base:

“O Internacional trata dos reforços de forma interna. Esse ano tivemos 22 atletas que saíram ou por término de contrato, empréstimo ou rescisão. Existe sim uma preocupação em gerar uma situação mais tranquila para quem joga. Diminuir o grupo era importante para aproveitar melhor a base. Nós temos 50% do elenco que é da base. Estamos na semi da Copa do Brasil Sub-20 também. Sempre que pudermos trazer reforços pontuais, alguma reposição… a zaga a gente tem uma certa lacuna com a ausência do Moledo. A lateral-esquerda é muito falada, mas eu tenho tranquilidade com Moisés, com o Léo Borges, que são ótimos atletas”.

Com o respaldado Miguel Ángel Ramírez na casamata, o Inter volta a campo no domingo, 20h30, diante do Sport, no Beira-Rio, pela estreia no Brasileirão. Confira a entrevista de Herrmann a partir de 30:00 do vídeo abaixo:

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Inter em tempo real. (Clique Aqui)