Carlos Alberto revela ter dado soco em ex-volante do Inter na concentração: “Entregou todo mundo”

Ex-meia Carlos Alberto contou esta história em entrevista ao Charla Podcast

Publicidade

Brigas de vestiário, pancadaria no futebol e outros temas vinculados foram tratados pelo ex-meia Carlos Alberto em entrevista ao Charla Podcast nesta semana. Segundo ele, situações como a vivida por Pedro, do Flamengo, que levou soco do preparador físico de Jorge Sampaoli, “sempre aconteceram no futebol”.

“O Pedro, do Flamengo, tomou soco do preparador físico esse ano. Aí vi muita dizendo que isso não acontecia no futebol. Não f…, p… nunca vazou, mas sempre aconteceu, desde a época dos caras lá atrás. Sem hipocrisia. Já vi treinador brigar com jogador, preparador físico, jogador com jogador, até massagista já vi brigando”, disse Carlos Alberto, antes de relembrar:

Veja também:
1 De 5.995

“Quando eu tomava, eu dava. Mas pra me dar tinha que ser corajoso. Eu tinha a minha galera que comprava meu barulho. Ia me tirar do time? Não sou a favor da violência, que fique bem claro. Mas no vestiário dá m…, p… isso acontece desde a época do Ademir Da Guia, Caju, o Pelé acho que era o que mais batia”.

Carlos Alberto bateu em ex-Inter

Perguntado sobre algum episódio que viveu na pele, Carlos Alberto contou ter dado um soco no ex-volante Nilton, que jogou no Inter entre 2015 e 2016. O caso narrado pelo ex-meia aconteceu em 2009 pelo Vasco da Gama:

“Dei no Nilton, o volante. Ele estava entregando todo mundo em um negócio que não tinha nada a ver. Um serviço sem nota e ele foi e caguetou (risos). Esperei chegar no hotel. Vim pro quarto e os caras saíram dos quartos. O Aloísio Chulapa chegou pra mim: ‘Pelo amor de Deus, Carlinho, amanhã tem jogo contra a Ponte Preta’. Mas no outro dia eu tocava a bola para ele, ele para mim. Ninguém nunca ficou sabendo de nada. Hoje em dia um fala com o assessor, outro fala com outro e aí vira p…”, encerrou.

Canal WhatsApp - Zona Mista Inter

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas