“Tem que ser muito bu%#$-mole pra sentir saudades do Eduardo Coudet”, dispara Fabiano Baldasso

Jornalista colorado segue bastante crítico ao treinador argentino que deixou recentemente o Inter

Mantendo o tom crítico que vem demonstrando sobre Eduardo Coudet, o jornalista colorado Fabiano Baldasso voltou a questionar o trabalho do treinador argentino no Inter em live nesta quarta-feira na repercussão da derrota, em casa, por 1×0 para o Boca Juniors na ida das oitavas da Libertadores.

O comunicador deixa claro que não entende todos aqueles colorados que seguem sentindo falta do atual treinador do Celta de Vigo, da Espanha:

Veja também:
1 De 6.127

“Não disputava nada. O time do Coudet era um engano. Parem com esse negócio. Eu não quero mais falar do Coudet aqui, cara. Tem que ser muito bu%#$-mole para sentir saudades do Coudet. Um técnico que chutou a tua bu%#$ e que o time não jogava nada. Pelo amor de Deus, vamos nos desprender disso”, disparou, antes de falar de questões táticas:

“Esse treinador deixou uma herança maldita no Internacional. Quem botava dois volantes e seguem botando, foi ele. Quem inventou o Zé Gabriel na esquerda foi ele”.

Exatamente no dia em que a saída de Coudet completará um mês, na quarta-feira que vem, o Inter tentará reverter a vantagem do Boca Juniors na Bombonera para seguir na Libertadores.

Antes, no entanto, o colorado visita o Atlético-MG a partir das 18h15 do próximo domingo pelo Brasileirão.

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas