Souza polemiza ao analisar final da Libertadores de 2006 contra o Inter: “Não ganhou o melhor”

Um dos títulos que mais dá orgulho à torcida colorada foi obtido de forma “injusta”. Essa é a análise do meia Souza, atualmente com 41 anos e defendendo o Murici, de Alagoas. Ele participou com o São Paulo da final da Libertadores de 2006 contra o Inter  e entende que, no desfecho, “não ganhou o melhor”.

Assim ele classificou a final de 2006 em entrevista à Rádio Bandeirantes, mesmo considerando “não tirar todos os méritos do Inter”.

“Acho que não ganhou o melhor na Libertadores de 2006. Evidente que não vou tirar os méritos do Inter. Era um time muito bom. Sempre estava brigando conosco. Acredito que fomos prejudicados no Morumbi no primeiro jogo na expulsão do Josué. Viemos para o Beira-Rio com resultado adverso. Para tirar aqui foi difícil. Mas se tivesse mais 10 minutos no tempo normal, o São Paulo teria vencido”, comentou.

Sobre a partida decisiva em Porto Alegre, Souza lembrou chances claras de gol perdidas pelo seu time e a ausência de Ricardo Oliveira, substituído por Aloísio.

“No Beira-Rio, tivemos duas chances claras de gol com o Lugano no início do jogo. Fosse o Ricardo ali, um deles ele faria e poderia facilitar as coisas para nós. Lembro que o Jorge Wagner estava acertado com o Betis. E o Inter só ia liberar se o Ricardo Oliveira não jogasse. E isso também foi decisivo”, concluiu.

O Inter voltaria a ganhar a Libertadores em 2010, com o título da Copa Sul-Americana de 2008 entre as duas.

  • Clique aqui para entrar em um grupo de WhatsApp e acompanhar as notícias do seu time.
Mostrar comentários (6)

Utilizamos cookies. Ao continuar acessando este site você estará concordando com as políticas de privacidade. AceitarLer políticas

Políticas & Cookies