Rodrigo Caio avalia falta de “fair play” do Grêmio: “Consciência de cada um”

Publicidade

Enquanto Pepê balançava as redes do Flamengo, empatando para o Grêmio em 1×1 e mantendo a decisão de semifinal da Libertadores em equilíbrio, o lateral-esquerdo rubro-negro Filipe Luís seguia no chão. Momentos antes, ele havia sentido o joelho no ataque e ficou caído enquanto o tricolor foi ao ataque.

A bola passou por mais de um jogador gremista e nenhum deles tocou para fora para que o rival fosse atendido. Na zona mista pós-jogo, o zagueiro Rodrigo Caio analisou a possível falta de “fair play” do Grêmio:

“Eu acho que é difícil a gente falar, é o pensamento de cada um, a consciência de cada um. Um lance que poderia ter acontecido, o Everton ou alguém do Grêmio ter jogado a bola para fora. Mas vai da consciência de cada um”, destacou.

Caio, vale lembrar, teve um bonito gesto de fair play em um São Paulo x Corinthians, no Morumbi, pelo Paulistão de 2017, quando se acusou ter tocado no próprio goleiro do tricolor e “tirou” um cartão amarelo de Jô. Para o técnico rubro-negro Jorge Jesus, o Grêmio fez bem em não rolar a bola para fora:

“O gol do Grêmio aconteceu no momento que o Filipe Luís estava caído e eles não botaram a bola para fora. E acho que fizeram bem. Dentro de campo é competição, eles aproveitaram o momento. Nós faremos isso no futuro”, comentou.

O duelo de volta da semifinal ocorre no dia 23, no Maracanã.

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)