Renato explica estratégia com Thaciano no lugar de Ferreira e mantém cobrança a Jean Pyerre: “Tem que ser mais ativo”

Confira mais detalhes da coletiva de imprensa do treinador do Grêmio na noite desta quarta-feira

Publicidade

Satisfeito com a vitória do Grêmio por 1×0 sobre o São Paulo, na Arena, gerando vantagem pela ida da semifinal da Copa do Brasil, o técnico tricolor Renato Portaluppi explicou em coletiva de imprensa a opção por Thaciano desde o início, com Ferreira ficando para o 2° tempo. O comandante ainda manteve uma cobrança a Jean Pyerre por maior participação em campo e repercutiu a pequena vantagem para quarta que vem – confira os principais trechos da entrevista:

Opção por Thaciano e Ferreira no banco

“Estudamos bem a equipe do São Paulo, uma equipe que joga com 4 a 5 jogadores no meio. Sou pago para pensar, e foi isso que fiz. Não podíamos perder o meio. A estratégia foi colocar o Thaciano ali. Ele (Thaciano) combateu, ajudou bastante. Ninguém conhece melhor os jogadores do que o treinador. O Ferreirinha é um jogador que estamos lapidando. É um jogador ainda verde. Tem muita qualidade, mas tem jogos e jogos para ele começar. O Ferreirinha, infelizmente, na renovação de contrato, ele perdeu 5, 6, 7 meses na carreira dele. Perdeu tempo de eu lapidá-lo”

Característica do jogo

“Um jogo pegado, estudado. O Diniz conhece a equipe do Grêmio, mas eu estudei bem o São Paulo. Foi um jogo de xadrez, nem sempre vocês vão ver grandes lances. O Grêmio jogou bem, brigou, lutou. Enfrentamos um grande adversário, de qualidade. Eles fizeram grandes jogadas, mas quem fez o gol foi o Grêmio. Estou satisfeito”

Pouca participação de Jean Pyerre

“Zé Alberto (Andrade, repórter da Rádio Gaúcha), você podia ser treinador. A gente cobra muito do Jean (Pyerre). Ele já melhorou muito profissionalmente, mas ele tem que ser mais ativo. Se não, sobrecarrega os companheiros do meio. É dele, o jogador diferenciado dificilmente gosta de marcar”

Bravura da equipe

“O mais importante de tudo foi a entrega do grupo. Hoje, nós competimos. Infelizmente, não competimos contra o Santos. Hoje, a mentalidade foi outra. O grupo está de parabéns”

Pequena vantagem

“O mais importante de tudo foi a vitória, uma decisão de 180 minutos e jogamos os primeiros 90 minutos, e qualquer vantagem durante esses 90 minutos, seja qual for, é importante”

Fernando Diniz

“O Diniz vem fazendo um grande trabalho, não é por acaso que o São Paulo é primeiro colocado no Brasileirão. Hoje a minha equipe se comportou bem, do jeito que eu pedi”

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)