Após reclamar de joelhada e cotovelada, Diego Souza decide a favor do Grêmio: “Hoje fomos no limite”

Centroavante gremista marcou o gol da vitória diante do São Paulo na ida da Copa do Brasil

Publicidade

Foi com um gol de Diego Souza, o seu 22° na temporada de 2020, que o Grêmio abriu vantagem sobre o São Paulo e fez 1×0 na Arena, nesta quarta-feira, pela ida da semifinal da Copa do Brasil. Mas, antes de decidir o jogo, o centroavante encontrou motivos para reclamar da arbitragem de Marcelo de Lima Henrique.

Na saída ao intervalo ainda em 0x0, Diego Souza reclamou em entrevista de uma cotovelada de Bruno Alves e de uma joelhada de Arboleda – apenas o primeiro levou cartão amarelo.

“Eu tomei uma joelhada nas costas e uma cotovelada na cara. E não olham na televisão. Se sou eu era outra história, mas como é comigo não acontece nada”, esbravejou Diego na saída do primeiro tempo.

Na volta ao 2° tempo, o centroavante aproveitou uma bela jogada de Ferreira na ponta direita e fez o gol da partida terminada em 1×0:

“Oportunismo. Uma jogada bem trabalhada do Ferreira, e fechamos bem a área. Tínhamos que marcar forte, pressionar, fechar o meio. O time do São Paulo é muito bem treinado. Fernando Diniz é um treinador fora de série. A equipe está de parabéns pois fomos no limite. E conseguimos uma vantagem. A equipe do São Paulo é muito qualificada”, colocou após o jogo.

Veja o gol decisivo:

Na quarta que vem, dia 30, também às 21h30, no Morumbi, o Grêmio terá a vantagem do empate para estar na final da Copa do Brasil.

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas