Renato aponta empresário como responsável pela queda de Pepê: “Foi falar em propostas e deu no que deu”

Jovem atacante gremista voltou a ter uma partida apagada nesta tarde contra o Inter

Publicidade

Em uma entrevista coletiva marcada por suas fortes críticas à arbitragem e ao VAR após a derrota de 2×1 para o Inter, no Beira-Rio, o técnico Renato Portaluppi também deixou respingar reclamações ao empresário Adriano Spadoto, que cuida dos interesses do atacante Pepê.

Mais uma vez, o jovem jogador teve exibição discreta, bem longe de suas melhores atuações, pouco ameaçando o gol rival. Perguntado sobre o desempenho do atleta, Renato “pediu” para que a pergunta fosse repassada ao agente:

“Essa é uma pergunta que vocês poderiam fazer pro empresário do Pepê. Ele vinha ajudando a gente, fazendo gol e tendo grandes atuações. Ai foi só falar de propostas da Europa e deu no que deu”, declarou Renato, sobre o declínio técnico do atacante de 23 anos.

O Grêmio, através do presidente Romildo Bolzan Jr, admite estar mantendo conversas com o Porto pela negociação do atleta, que segue indefinida. O que o tricolor já definiu, no entanto, é que não vai vendê-lo antes das finais da Copa do Brasil contra o Palmeiras.

Spadoto, por sua vez, irritou o Grêmio quando deu entrevista à imprensa italiana colocando o preço do jogador como 20 milhões de euros. Antes, no dia da partida decisiva contra o São Paulo, no Morumbi, pela semi da Copa do Brasil, fez um post na web dando a entender que aquela poderia ser a última partida de Pepê pelo time gaúcho.

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)