Ramírez nega Inter “apático” em derrota na Venezuela e lamenta campo pesado: “Come e cansa as pernas”

Confira mais detalhes da coletiva de imprensa do treinador do Internacional nesta terça-feira

Publicidade

Mesmo decepcionado com a derrota de virada do Inter de 2×1 para o Táchira, na Venezuela, nesta terça-feira, embolando de vez o Grupo B da Libertadores, o técnico espanhol Miguel Ángel Ramírez evitou críticas ao grupo e negou ter visto “apatia” do seu time dentro de campo.

Assim como Thiago Galhardo, Ramírez também lamentou o “gramado pesado” em que a partida foi realizada e disse ter sentido o cansaço dos jogadores principalmente durante os minutos finais.

Análise da partida:

“Eu creio que hoje estávamos fazendo um bom jogo. Fizemos o primeiro gol, tivemos a diferença e acho que merecíamos o placar. Estávamos gerando chances. Mas com o passar dos minutos o campo foi comendo nossas pernas. Acumulando o cansaço da sequência de partidas. E depois de 48 horas os jogadores se cansam mais. Essa sequência impede de treinar e só permite recuperar. Treinando o mínimo. E numa cancha que come perna, pesada, fica mais notório o cansaço. Estávamos dominando. Creio que poderíamos ter feito o segundo. Tivemos erros pontuais e eles foram nos empurrando, comendo pernas”

Chances não aproveitadas:

“A partida não era nunca para perder. Estávamos na frente, controlando, tendo oportunidades. E eles começaram a sair mais e desesperados pelo empate. Não conseguimos aproveitar os espaços que estavam sobrando. Tivemos pouca precisão nessa transição ofensiva e na troca de passes. Essa questão de o gramado comer perna também vai cansando. E não conseguimos matar a partida”

Time apático:

“Não estou de acordo que estivemos apáticos. Fomos superiores durante grande parte e fomos caindo pelo cansaço. Não pesa só as pernas, mas não te deixa lúcido de cabeça para tomar as decisões. Estivemos, sim, cansados nos últimos minutos do jogo. Sabemos que é uma competição distinta, e sobre Libertadores temos que ganhar do Olimpia para aproximarmos da classificação”

Pela Libertadores, o Inter ainda lidera o Grupo B com 6 pontos, mas pode perder a posição se o Always Ready vencer o Olimpia na quinta-feira, indo a 9. O time paraguaio é o adversário colorado, no Paraguai, na outra quinta, dia 20. Antes, neste domingo, os comandados de Ramírez pegam o Grêmio pela ida da final estadual às 16h no Beira-Rio.

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Inter em tempo real. (Clique Aqui)