fbpx

Provável titular, Ricardinho projeta estreia do Grêmio no Brasileirão e revela brincadeiras com motorista colorado

Jovem centroavante gremista deverá herdar a vaga de Diego Souza, contaminado com a Covid-19

O novo surto de Covid-19 no Grêmio, às vésperas da estreia no Brasileirão, deverá estar dando ao jovem Ricardinho a possibilidade de iniciar o confronto contra o Ceará, domingo, às 16h, no Castelão. Diego Souza é um dos novos casos do vírus, assim como Ferreira, Rafinha, Luiz Fernando e o preparador de goleiros Mauri Lima.

LEIA MAIS – Thiago Santos cita rivais para o título do Brasileirão e vibra com transformação de críticas em elogios no Grêmio

Na noite desta sexta-feira, em entrevista concedida à Rádio Pachola, Ricardinho falou da oportunidade que novamente está surgindo e pregou dificuldades contra os adversários neste início de campanha:

“Todo o grupo está bem focado. A gente sabe que faz um tempo que o Grêmio não ganha o Brasileirão e a gente sabe o quanto a torcida quer. Estamos nos fechando ao máximo para ir forte”, declarou, antes de vibrar com a sua fase individual:

“Esse momento que eu estou vivendo é muito importante, ainda mais por tudo o que aconteceu comigo. Só posso agradecer a torcida. Sempre trabalhei muito firme para que tudo o que está acontecendo hoje realmente acontecesse”.

A zoeira de Ricardinho pós-Gre-Nal

Autor do gol da vitória de 2×1 de virada no Beira-Rio, sobre o Inter, no Gre-Nal da ida da final do Gauchão, Ricardinho contou nesta entrevista que até mesmo os motoristas de Uber, quando colorados, “sofrem” ao ter que dar carona a ele:

“Vira e mexe eu pego um Uber, com motorista colorado, e o cara já me fala: “Tu fez gol no meu time, né?”. Eu só digo que não posso fazer nada, que se ele quiser eu peço outro carro até vir um gremista e já era (risos)”, brincou o jogador.

Confira a história:

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas