fbpx

Presidente do Inter lamenta árbitro de domingo, elogia Mano Menezes e destaca principal qualidade de Alemão

Alessandro Barcellos voltou a dar entrevista e fez declarações à Rádio Gre-Nal

Em conversa com a Rádio Gre-Nal na manhã desta sexta-feira, o presidente colorado Alessandro Barcellos lamentou a definição da CBF de que Wilton Pereira Sampaio apitará a partida entre Inter x Avaí domingo, 19h, no Beira-Rio, pelo Brasileirão. Ele foi o árbitro do polêmico 0x0 contra o Corinthians, também em Porto Alegre, na rodada decisiva do campeonato de 2020, quando uma vitória daria o título ao time gaúcho.

Saudade não dá para ter de uma arbitragem que nos prejudicou naquele jogo, que talvez tenha sido o mais importante de todos os anos. Fiz contato com o presidente da CBF, um dia após a escala, e me passou o contato dos novos coordenadores de arbitragem. Fizemos uma reunião e manifestei meu descontentamento

“Infelizmente essa nova comissão, desatenta a esse tema, creio eu, aponta a indicação desse árbitro. O que é lamentável no ponto de vista do futebol brasileiro. Não pela idoneidade, qualidade, pois não vamos fazer aqui juízo de valor de um profissional que está exercendo sua profissão, e que inclusive está no quadro da Fifa. Agora, o que estamos falando é da situação e de um momento que tivemos que prejudicou demais nossa trajetória enquanto clube”, lamentou.

No citado jogo, Sampaio anulou gol do Inter em suposta falta de Abel Hernández em Cássio e voltou atrás na marcação de um pênalti em toque no braço de Ramiro.

Mano Menezes e Alemão no Inter

Na mesma entrevista, Barcellos explicou o processo que levou o clube a decidir pela contratação do técnico Mano Menezes e elogiou principalmente a “humildade” do centroavante Alemão, destaque dos últimos três jogos com três gols:

“Como o grupo que estamos montando e dentro do que estava disponível no mercado, a gente fez uma avaliação e foi consenso que o Mano tinha o perfil adequado. Acho que dividir a análise da contratação de um treinador por causa da sua nacionalidade nunca foi pauta no Beira-Rio. Sempre foi a partir de critérios e análises de perfil, e assim se desenhou os perfis que a gente trouxe”, declarou o mandatário, antes de finalizar sobre Alemão:

“Jogador jovem e que precisa muito dessa maturidade. Está em um momento importante e jogando provavelmente no maior clube da sua carreira com condições de nas primeiras partidas fazer gols importantes. Mas aquilo que o Mano disse, ir lapidando, preparando e não deixando que as coisas fiquem maiores do que elas são e que elas cresçam naturalmente. Isso faz parte do crescimento de atletas. Ele é um cara muito humilde. Tenho convicção de que se o Alemão continuar nesse ritmo, trabalhando, se entregando e entrosado com o grupo, sendo solidário e fazendo gols, irá crescer muito no Inter”.

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas