Presidente do Grêmio se preocupa com possível hegemonia do Flamengo no país

Publicidade

Com um investimento que beirou os R$ 200 milhões na temporada, o Flamengo fez dele aquilo que exatamente se esperava: títulos. Depois de vencer o Carioca, o rubro-negro cresceu ainda mais a partir da chegada de Jorge Jesus e encaixou as taças do Brasileirão e da Libertadores.

Em entrevista dada ao jornal Correio do Povo, o presidente gremista Romildo Bolzan Jr admitiu uma certa preocupação com a possível hegemonia flamenguista no Brasil:

“O questionamento que se faz a respeito de o Flamengo poder se tornar um time praticamente imbatível abre muitas situações. Passa pelo financiamento dos campeonatos brasileiros, passa por uma posição mais institucional dos campeonatos que a CBF promove, já que a CBF é quem gera as competições, as condições de fazer imagens, os contratos de televisão e tudo mais”, destacou.

Apesar das diferenças de investimento, Bolzan garante que o Grêmio seguirá apostando na base:

“Eu continuo acreditando na política que o Grêmio desenvolve de formação. Jamais teremos condições de comprar um jogador de 10, 15 milhões de euros, mas nós podemos produzir”, finalizou.

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)