Presidente do Grêmio se manifesta, não crava “fico” de Kannemann e admite reunião na segunda

Zagueiro Walter Kannemann tem o interesse do Independiente em seu futebol

Publicidade

Em entrevista coletiva concedida no Rio de Janeiro, onde mais tarde o Grêmio enfrenta o Vasco da Gama pelo Brasileirão, o presidente Alberto Guerra não bancou a continuidade de Walter Kannemann, que tem proposta na mesa do Independiente, da Argentina. O mandatário gremista reforçou o desejo de continuar com o zagueiro e confirmou que, na próxima segunda, uma reunião entre os dirigentes definirá o assunto.

Da Argentina, surge a informação de que Kannemann já aceitou a proposta de dois anos de contrato do Independiente e que o Grêmio teria até a semana que vem para igualar os valores. A multa de liberação imediata do jogador, cujo contrato vai até dezembro, é na faixa de 800 mil dólares.

“Hoje o que é mais importante é o jogo contra o Vasco e precisamos sair daqui com uma vitória para seguir na luta pelo G-4. O assunto do Kannemann chegou na quinta à noite, quase sexta-feira. Passei a sexta em São Paulo em reunião e segunda seguirei em São Paulo. No fim do dia, levaremos esse assunto ao nosso Conselho de Administração para avaliação”, disse o presidente do Grêmio, antes de ampliar:

“Eu não posso falar pelas notícias que chegam da Argentina nem pelo Kannemann. O que posso dizer é que, nesta segunda, o nosso Conselho de Administração vai se reunir para abordar esse tema. A vontade é ficar com o atleta, sem dúvida, mas não é independente de qualquer coisa. Temos que pesar os prós e contras e o custo-benefício. Mas quero tranquilizar o torcedor gremista que vamos fazer o possível para permanecer com ele”.

Grêmio quer seguir com o zagueiro

Para Alberto Guerra, Kannemann tem demonstrado que é muito útil em suas recentes atuações e o desejo do clube de seguir com ele não é apenas pelos serviços já prestados:

“É importante dizer que nós também estávamos observando esse assunto pela imprensa. Nos chegou na quinta de noite. Queremos manter o Kannemann, que é um atleta fundamental e um ídolo do clube. Não só pelo passado, mas queremos manter pelo que ele ainda pode fazer e dar ao clube. Para nós, oficialmente, chegou isso na sexta-feira e combinei de tratarmos do tema na reunião de segunda-feira”, finalizou.

LEIA MAIS:

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)