Presidente do Grêmio diz que Luan pediu para sair e já cita dois possíveis substitutos

Publicidade

A venda de Luan ao Corinthians foi o principal tema da entrevista concedida pelo presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Jr, à Rádio Bandeirantes, na tarde deste sábado. Segundo o dirigente, o próprio atacante solicitou a saída ao dizer que o seu “ciclo estava encerrado”.

A negociação envolveu a compra de 50% dois direitos por R$ 22 milhões, além do “fim” da dívida existente na transação do lateral Juninho Capixaba.

“O jogador me relatou, de uma forma muito educada, de que seu ciclo no Grêmio estava encerrado. Demos o assunto Luan por resolvido. Vamos em frente. Poderíamos chegar daqui a um ano sem nada”, falou o mandatário, em referência ao contrato antigo de Luan, que iria apenas até 2020.

Na mesma entrevista, Bolzan tratou de projetar o futuro e citou Jean Pyerre e Patrick como potenciais substitutos – o primeiro, antes da lesão, já vinha sendo titular.

“O Grêmio tem Jean Pyerre, Patrick em casa e também vai buscar no mercado externo um substituto para o Luan”, concluiu.