Pode vir? Presidente do Grêmio se pronuncia sobre o meia Pity Martínez

Publicidade

Já faz alguns dias que o nome do meia-atacante Pity Martínez, atualmente no Atlanta United, dos Estados Unidos, agita a torcida do Grêmio nas redes sociais. Mas a nova informação não é animadora. Segundo o presidente tricolor Romildo Bolzan Jr, o clube não tem condição de fazer um investimento deste tamanho.

Após se destacar com o River Plate no título da Libertadores de 2018, sendo inclusive escolhido como o Rei da América, o atleta foi comprado pelos norte-americanos por 11,5 milhões de dólares (pouco mais de R$ 45 milhões) – valor fora da realidade gremista, segundo Bolzan.

“É mais uma dessas notícias que tumultuam o ambiente. O Grêmio não tem a condição de fazer um negócio desse tamanho. A gente perde um tempo enorme para explicar aquilo que não é verdadeiro. Nos tira foco e tempo”, lamentou.

De qualquer maneira, o canal de televisão argentino TyC Sports, por meio de seu site, recolocou na última semana o nome do jogador na mira do Grêmio para 2020. O setor de articulação, principalmente após a venda de Luan ao Corinthians, é prioridade no clube nas buscas no mercado.