Perfil “medalhão” agrada, e clube brasileiro se mostra disposto a tirar Renato da folga pós-Grêmio

Treinador Renato Portaluppi segue curtindo a família no Rio de Janeiro sem clube até agora

Publicidade

De folga no Rio de Janeiro ao lado da família e amigos desde que saiu do Grêmio, Renato Portaluppi pode ter a vida mansa interrompida pelo desejo do Santos, que sofreu a saída do técnico Ariel Holan e que vê com bons olhos principalmente o perfil “medalhão” do ex-gremista para comandar o grupo essencialmente formado por jovens.

Segundo informações dadas pela Placar e divulgadas pela Veja, o Comitê Gestor do Santos vê em Renato o principal nome disponível e o presidente do Peixe, Andrés Rueda, já negocia com o empresário do treinador Gerson Oldemburg, o Gauchinho.

“A exemplo do que foi feito com Ariel Holan, para seduzir o treinador a proposta do Santos envolve um contrato longo, até o fim da gestão de Rueda, em dezembro de 2023, e projeções para que Renato possa aumentar ganhos, de acordo com metas atingidas”, diz a matéria publicada no site da Veja.

Renato já se encontra recuperado da Covid-19, que o tirou de cena nos jogos decisivos do clube diante do Independiente Del Valle pela pré-Libertadores. As duas derrotas de 2×1 tiraram o Grêmio da fase de grupos pela primeira vez desde a temporada de 2016.

Foi nesta mesma temporada, aliás, que Renato chegou ao clube a partir do mês de setembro. Já logo em seguida ele ajudou a tirar o clube da fila de grandes títulos com a Copa do Brasil. Depois, ainda no Grêmio, também vieram Libertadores, Recopa Sul-Americana, Gauchão e Recopa Gaúcha.

VEJA MAIS – Torcedores gremistas se despediram de Renato no aeroporto de Porto Alegre:

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)