fbpx

Para não “travar” Ricardinho, Churín poderá deixar o Grêmio em caso de proposta; lista tem mais quatro “dispensáveis”

Direção seguirá fazendo liberações no elenco mesmo com a saída do técnico Renato Portaluppi

Mesmo com a saída do técnico Renato Portaluppi, que foi oficializada na última quinta-feira, o Grêmio seguirá fazendo a “limpa” no elenco em relação a jogadores que não estão sendo utilizados com frequência. Até mesmo o centroavante Churín, contratado do Cerro Porteño no ano passado, não tem continuidade garantida.

Segundo informações dadas pelo repórter André Silva, da Rádio Gaúcha, o jogador argentino poderá ser liberado até como forma de não “travar” o crescimento de Ricardinho, de 19 anos, que é da mesma função e agradou nas chances recebidas no início da temporada:

“Um quinto nome poderá sair caso receba uma proposta interessante para o clube, o centroavante Diego Churín, que não apresentou o esperado e que é visto como um jogador que pode travar o crescimento de Ricardinho, um dos destaques dos jovens recentemente promovidos”, relatou o jornalista em coluna no site GZH.

Os outros quatro nomes levantados na matéria como “dispensáveis” são o goleiro Paulo Victor, o lateral-direito Victor Ferraz, o volante Michel e o meia-atacante Everton.

Oficialmente, já saíram do clube os goleiros Vanderlei e Julio César, o zagueiro David Braz e os meio-campistas Robinho, Lucas Araújo, Isaque e Thaciano.

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas