Palmeiras termina Mundial em 4°, mas Grêmio se mantém alerta: “Vão vir com a faca nos dentes”

Desempenho do time paulista no Mundial de Clubes da Fifa já repercute dentro do tricolor

Publicidade

O mau desempenho do Palmeiras no Mundial de Clubes, corroborado nesta quinta-feira com um 4° lugar em derrota nos pênaltis para o Al Ahly, não tranquiliza o Grêmio visando as finais da Copa do Brasil. Pelo contrário: na interpretação do volante Matheus Henrique, o rival alviverde virá ainda mais com a “faca nos dentes”.

Em coletiva virtual de imprensa, o camisa 7 gremista ainda negou que o time paulista possa estar “cabisbaixo” por conta dos resultados no Catar:

“Você disse que o Palmeiras vem cabisbaixo, mas eu acho o contrário. Foram campeões da América. Foram eliminados no Mundial, mas são a quarta melhor equipe do mundo. Eles vão vir com a faca nos dentes. Querem ser campeões da Copa do Brasil, mas a gente também quer”, comentou.

Para chegar à grande final da Copa do Brasil, o Palmeiras bateu na semifinal o surpreendente América-MG, do técnico Lisca. O Grêmio, por sua vez, passou pelo São Paulo de Fernando Diniz.

As duas finais já têm datas marcadas. No dia 28 de fevereiro, a Arena recebe o jogo de ida. Depois, dia 7 de março, ocorre a decisão no Allianz Parque. A curiosidade é que ambos os duelos serão em dois domingos.

Confira mais frases de Matheus Henrique em sua coletiva de imprensa:

“O São Paulo tem objetivos no Brasileiro também. Será um jogo diferente daquele (da Copa do Brasil). Eles vêm em um outro momento, e não é um momento ruim. Estão na parte de cima da tabela, virão motivados. Vão ter que passar pela gente. Sabemos dos objetivos deles, mas nós temos nossos objetivos também. Que possamos sair vitoriosos”
.
“Temos objetivos dentro do Brasileiro. Claro que queríamos o título. Mas nosso objetivo agora é deixar o Grêmio direto na Libertadores. Vamos em busca dos 9 pontos”
.
“Ele (Maicon) falou que eu ia fazer gol antes da partida. Falou que ia ficar mais centralizado e que ia liberar mais eu e o Jean (Pyerre). É um prazer atuar do lado dele. Todos sabem da qualidade do Maicon, dispensa comentários. A gente vê que ajuda muito o Grêmio. Tem qualidade e é vencedor. Potencializa muito eu e o Jean (Pyerre). A gente se conhece muito”
.
“Quando chega a reta final do campeonato, todas as equipes tem objetivos. Cada um vai defender o seu lado, e o nosso lado é classificar direto para a Libertadores. Não sabemos o que vai acontecer na Copa do Brasil”
.
“É sempre bom fazer gols. Foi especial para mim. Tive a felicidade de fazer dois gols e estar com a faixa de capitão. Isso mostra a minha representatividade para o grupo, que é formado por vários líderes”

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)