No Inter, Eduardo Coudet poderá realizar desejo antigo na carreira

Publicidade

Trabalhar com o centroavante Paolo Guerrero é uma vontade frequente dentro da carreira de Eduardo Coudet. Tanto no Rosario Central como no Racing, o técnico argentino tentou se aproximar da contratação do peruano, titular absoluto do time do Inter desde abril, quando foi liberado da suspensão por doping.

Em 2016, no Rosario, Coudet foi prejudicado pela situação financeira não tão saudável do clube. Recentemente, já pelo Racing, ele também quis a chegada do atacante – contratado pelo Inter em agosto de 2018.

“Sim, eu me recordo de quando Coudet treinava o Rosario Central. Certa vez disse que gostaria de ter Paolo Guerrero. Só que naquela época o Central não tinha muito dinheiro e se descartou rapidamente essa opção. Mais recentemente, quando Paolo estava suspenso, o treinador o queria no Racing. O próprio presidente do Racing havia gostado na época”, disse o jornalista peruano Franz Tamayo, do site En el Medio.

Desde segunda-feira, dirigentes do Inter estiveram na Argentina negociando a contratação do treinador, que deu sinal positivo para assumir apenas em janeiro da próxima temporada.

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Inter em tempo real. (Clique Aqui)