Notícias do Inter e notícias do Grêmio | Zona Mista

Narradora se orgulha por transmissão do último gol da carreira de D’Alessandro: “Quase perdi a voz de emoção”

Renata Silveira, dos canais SporTV, foi a responsável por narrar Inter 2x1 Fortaleza no Beira-Rio

A missão de narrar a última partida oficial da carreira de Andrés D’Alessandro ficou a cargo de Renata Silveira, profissional dos canais SporTV, que soltou a voz para gritar gol do argentino na vitória do Inter de 2×1 sobre o Fortaleza, no Beira-Rio, pela segunda rodada do Brasileirão – D’Ale empatou o jogo após Pikachu abrir o placar de pênalti e depois, no fim, Alemão deu a vitória aos gaúchos.

No Twitter, em uma série de mensagens publicadas, Renata demonstrou toda a sua emoção por ter participado de forma ativa do encerramento da carreira do emblemático jogador. Em um dos tuítes, ela brincou dizendo que quase perdeu a voz:

“Caraca, que responsa. Hoje eu narro a despedida do D’Alessandro dos gramados. Será que eu estou arrepiada? Jesus amado! Quase perdi a voz, que emoção!”, escreveu – veja abaixo a sequência:

Números de D’Alessandro pelo Inter:

529 jogos
97 gols
113 assistências
13 títulos

Algumas declarações de D’Ale na coletiva pós-jogo:

Ausência de título nacional

“Tenho uma grande dívida com o Inter e que não vou pagar que é um título nacional. Batemos na trave várias vezes. Duas vezes na Copa do Brasil e duas vezes no Brasileirão. Levarei essa dívida comigo. Ninguém é perfeito, ninguém consegue tudo. Mas o meu reconhecimento com o torcedor é muito grande”

Futuro

“A partir de amanhã começo a mandar currículo pra ver se consigo algum departamento no clube (risos). Mas não reclamo de nada do clube. A dívida minha é muito grande com o Inter. Esse clube representa muito dentro da minha casa. Para a minha família também. O futuro ninguém sabe, mas amanhã serei mais um desempregado de tantos no mundo e vou aproveitar para descansar um pouco. Curtir a família. Mas sinto que minha história com o Inter ainda não fechou. Algo ainda vai acontecer, mas é preciso se preparar, adquirir conhecimento e num futuro vir trabalhar no Inter”

Índio e Bolívar

“Ninguém é maior que o Inter. Para muitos que acham que eu sou tão importante assim… eu não acho. O tempo e a história dizem. O Índio, por exemplo, é o maior vencedor do Inter. Bolívar passou, hoje eu estou passando. Mas minha cabeça segue como atleta e tem coisas que não posso dizer ainda”

Estamos no Telegram e WhatsApp (Link)

    Estamos também no Telegram:
  • Clique aqui para entrar no grupo para acompanhar as notícias do Inter
    Estamos também no WhatsApp:
  • Clique aqui para entrar no grupo 24 para acompanhar as notícias do Inter.
  • Clique aqui para entrar no grupo 22 para acompanhar as notícias do Inter.
  • Clique aqui para entrar no grupo 21 para acompanhar as notícias do Inter.

Publicidade