fbpx

Médico do Flamengo explica recuperação de Arrascaeta até o jogo contra o Grêmio

Uma das grandes surpresas do time do Flamengo na última quarta-feira foi a presença do uruguaio De Arrascaeta. Com ele na equipe titular, o rubro-negro se tornou ainda mais forte para vencer o Grêmio por 5×0 e, assim, se garantir na grande final da Libertadores de 2019.

No jogo de ida, na Arena, que terminou empatado em 1×1, o uruguaio sentiu uma lesão no joelho e precisou ser submetido a uma artroscopia – um exame constatou rompimento do ligamento colateral medial do joelho esquerdo. Cerca de 20 dias depois ele já estava em campo sem limitações de movimentos.

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, o médico rubro-negro, Márcio Tannure, repercutiu a rápida repercussão do meia:

“Ninguém consegue isso sozinho, o atleta tem o papel principal nisso. Arrascaeta é altamente profissional, ele acreditou no nosso departamento médico”, disse, antes de falar da metodologia de trabalho.

“A gente dá carga maior no início, na pré-temporada e vamos equilibrando, se tivermos um jogador com risco maior ou alguma lesão, nós fazemos pontualmente estas trocas”.

Justamente por reconhecer a eficiência da parte médica do Flamengo, o Grêmio visitou a estrutura do rival e decidiu investir na compra de equipamentos para a próxima temporada. No jogo do Maracanã, o clube esteve desfalcado de nomes importantes como Luan, Jean Pyerre e Leonardo Gomes.

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas