Matheus Henrique revela ter tido proposta do Inter, fala de Renato e se encanta com gesto de Douglas Costa: “Ele é diferente”

Jovem volante gremista Matheus Henrique concedeu entrevista ao jornalista Duda Garbi

Publicidade

Antes de voltar ao Grêmio em definitivo depois da curta passagem em 2013, Matheus Henrique, destaque entre os jovens do São Caetano, teve na sua mesa propostas de Inter e Cruzeiro, conforme o próprio jogador revelou em entrevista ao jornalista Duda Garbi, no YouTube. No fim, a vontade de retornar ao tricolor para dar definitivamente certo foi o que falou mais alto:

LEIA MAIS – Na web, Dybala comenta foto de Douglas Costa com Werdum e pede ao atacante: “Quero essa camiseta”

“Eu era do Nacional, clube de São Paulo, e vim pro Grêmio em 2013 depois de ter ficado uns dois meses no Fluminense. Acabei não fazendo um bom ano e o Grêmio não renovou comigo. No São Caetano eu joguei três Copas São Paulo e depois de uma delas veio o Grêmio de novo. Eu tive proposta do Inter, do Cruzeiro e do Grêmio, que seria para a transição. Acho que tudo tem um propósito e se eles estavam me chamando de novo é porque era algum sinal e eu fui”, relembrou.

Depois de estrear na derrota de 4×3 para o Atlético-MG, no Independência, na última rodada do Brasileirão de 2017, Matheusinho subiu em definitivo com Renato Portaluppi no ano seguinte. E sobre Renato, mesmo na comparação com o novo técnico Tiago Nunes, o camisa 7 mantém imensa gratidão:

“Tem muita gente que critica o Renato, mas é o maior ídolo. Foi o cara que voltou e ganhou todos os títulos aqui. E saiu no momento que não estávamos bem. Veio o Tiago. São vitoriosos. O Tiago venceu grandes títulos com o Athletico quando já tinha outros times em outros patamares como Flamengo, Palmeiras, Cruzeiro. Com o Renato, jogávamos no 4-2-3-1. Agora é mais um 4-1-4-1 na verdade, e defendemos no 4-4-2. O Tiago me perguntou se eu gostava de jogar mais na frente, porque na Seleção Olímpica o André Jardine gosta de jogar assim com um volante e dois médios também”.

Matheus Henrique, é claro, aprova Douglas Costa

O gesto humilde de entrar em contato com Jean Pyerre para pedir a camisa 10, mesmo sendo ele o jogador que é, fez Douglas Costa encantar Matheus Henrique pela simplicidade demonstrada na volta ao Grêmio:

“Não tem nem o que falar da história dele. Muito vitorioso. Dos 20 clubes da Série A, se perguntassem, os 20 iriam querer. Jogador de Copa do Mundo. No nível que o nosso time está, em uma crescente, um jogador do porte dele vai nos ajudar muito. É um cara humilde, simples, que tu nota de cara. Hoje estávamos na resenha e ele falando histórias do Dybala, do Cristiano Ronaldo, não é toda hora que tem uma resenha assim (risos). Acho que o gesto dele em ligar pro Jean Pyerre, pedir a 10, sem querer passar por cima de quem vestia a camisa, isso mostra a simplicidade, que ele é diferente, que é um cara humilde”, acrescentou Matheusinho.

Por estar servindo à Seleção Olímpica, Matheus, assim como o goleiro Brenno, será desfalque do Grêmio contra o Brasiliense, na quarta-feira, 16h30, na Arena pela ida da terceira fase da Copa do Brasil.

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)