Notícias do Inter e notícias do Grêmio | Zona Mista

Lisca acredita ter papel “indireto” no sucesso de Odair Hellmann no Inter

Sincero como de costume em suas declarações, o técnico Lisca deu uma interessante entrevista ao programa Gre-Nal FC, da Rádio Gre-Nal, na última semana. Nela, explicou por quais motivos entende que tem uma pequena parcela, ainda que indireta, no sucesso atual de Odair Hellmann no comando do Inter.

Odair, vale lembrar, era auxiliar permanente das comissões técnicas desde 2013 – chegou a assumir o time de forma interina no Gre-Nal dos 5×0, na Arena, em 2015 e na vitória sobre o Fluminense por 1×0 dias depois, no Beira-Rio, além da partida contra o Palmeiras, vencida por 2×1, mas que não rendeu a classificação em casa nas oitavas da Copa do Brasil de 2017.

Sendo assim, naturalmente seria ele o treinador nos três jogos finais do Brasileirão de 2016, quando Celso Roth entrou em acordo com a direção e deixou o cargo depois de um empate em 1×1 com a Ponte Preta, no Beira-Rio. Lisca topou assumir em caráter emergencial mesmo sabendo que não ficaria para 2017 e ajudou, em sua própria análise, a “proteger” Odair.

“O Odair está fazendo um grande trabalho e eu vejo que, de certa forma, ajudei ele naquele momento de 2016. Quando fui chamado pra conversar na casa do Fernando Carvalho, a própria diretoria me disse que iriam poupá-lo de assumir o time naquelas condições, até pra evitar algum tipo de rótulo se viesse a acontecer a queda. O Odair já vinha com o peso daquele Gre-Nal dos 5×0, quando substituiu o Aguirre. Ele já era auxiliar e também foi meu auxiliar naquele momento”, comentou.

Sob comando de Lisca, o Inter perdeu de 1×0 para o Corinthians fora de casa, venceu o Cruzeiro pelo mesmo placar no Beira-Rio e ficou no 1×1 diante do Fluminense no jogo decisivo. Mas, nem vencendo no Rio de Janeiro, teria escapado da inédita queda à Série B.

Lisca também deixou bem claro que assumiu sabendo que não seria o treinador do time na temporada seguinte, qualquer que fosse o cenário. A nova direção comandada por Marcelo Medeiros contratou Antônio Carlos Zago, demitido ainda no início da Série B. Em seguida, Guto Ferreira foi contratado, mas também caiu faltando poucas rodadas para o fim, quando iniciou a era Odair no Inter.

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Estamos no Telegram e WhatsApp (Link)

    Estamos também no Telegram:
  • Clique aqui para entrar no grupo para acompanhar as notícias do Inter
    Estamos também no WhatsApp:
  • Clique aqui para entrar no grupo 23 para acompanhar as notícias do Inter.
  • Clique aqui para entrar no grupo 22 para acompanhar as notícias do Inter.
  • Clique aqui para entrar no grupo 21 para acompanhar as notícias do Inter.