Inter fica perto de “receber” dois atacantes, mas permanência em 2024 ainda não é garantida

Tudo dependerá da palavra do treinador e da decisão do departamento de futebol

Publicidade

Iniciando o planejamento para a temporada de 2024, o Inter já sabe que terá de decidir o futuro de alguns jogadores que estavam cedidos a outros clubes e retornam a partir de janeiro. Por isso, o foco é renovar o quanto antes com o treinador Eduardo Coudet, que é quem deverá dar a palavra final sobre permanências ou novas saídas dos “emprestados”.

Um dos casos é do jovem meia-atacante João Peglow, que jogou a última Série B pelo Sport Recife e não fica na Ilha do Retiro em 2024. O garoto, que era antiga promessa da base colorada, chegou a fazer a sua estreia no profissional exatamente sob comando de Coudet, em 2020, no Gauchão.

Outro caso semelhante é o de David (foto), que o Inter investiu no começo de 2022 para contratá-lo junto ao Fortaleza. No momento, o São Paulo, que o teve no elenco em 2023, não demonstrou o interesse em fazer a compra em definitivo prevista no contrato, deixando o futuro do atleta em aberto.

Inter vai investir em contratações

Uma das promessas do reeleito presidente Alessandro Barcellos é investir cerca de R$ 47 milhões em contratações para o elenco de 2024. O desejo é buscar jogadores para todos os setores do campo e que possam chegar já no começo da nova temporada.

“A nossa possibilidade de investimento, agora, é muito maior. E eu falei isso durante a campanha. Nós vamos investir de 8 a 9 milhões de euros em jogadores. Nós vamos trabalhar com isso. Guardem esse número e me cobrem. Vamos gastar comprando atletas. Isso está no orçamento e será aprovado e votado na semana que vem no Conselho. É aumento na folha e no investimento”, assegurou Barcellos à TV Bandeirantes.

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Inter em tempo real. (Clique Aqui)