Inter anuncia Julinho Camargo como elo entre base e profissional, e Bracks promete não gastar “por gastar”

Terça-feira apresentou novidades no planejamento de futebol do Inter para 2021

Publicidade

Com longa passagem pela base colorada no início da carreira, entre 1994 e 2000, tendo sido auxiliar do profissional em 2011 com Paulo Roberto Falcão, Julinho Camargo está de volta ao Inter em 2021 para ser o gerente da transição entre categorias de base e elenco profissional.

O anúncio foi feito no final da tarde desta terça-feira durante a coletiva de apresentação do novo executivo, Paulo Bracks, que está substituindo Rodrigo Caetano:

“A gente tomou uma decisão hoje que foi a contratação de um gerente de transição, que é muito em função do que a presidência e o futebol desenharam para essa nova mudança de 2021. É o Julinho Camargo, com uma história muito grande aqui no clube, terceira passagem dele, com uma vasta experiência de base, cerca de 30 anos de trabalho. É um professor com uma formação incrível de base. Vem para nos ajudar, trabalhar especificamente nessa nova fase da carreira. Trabalhando no profissional, mas ajudando na formação de atletas, que vai ser um dos nossos núcleos dentro do nosso projeto”, explicou Bracks.

A função de Julinho será ajudar na lapidação e formação dos garotos antes de “entregá-los” ao profissional. O trabalho de base é um dos pilares da gestão do novo presidente Alessandro Barcellos.

“Quero fazer um belo trabalho junto com os grandes profissionais que aqui estão. É algo muito gratificante. Estou virando a chave na minha carreira, acreditando muito neste desafio, ajudando com minha experiência na formação desses jovens jogadores”, afirmou Julinho ao site do Inter.

Novo executivo de futebol promete não gastar

Ao falar mais detalhadamente do seu perfil profissional, Paulo Bracks declarou não ser um executivo com o hábito de gastar em reforços. Ele prometeu, antes de tudo, avaliar o que há em casa:

“Eu, diferente de outros executivos, prefiro não gastar. Prefiro ir aos poucos. Trabalhar o dia dia, antes de ir ao mercado gastar em qualquer jogador. Estou com fome e sangue nos olhos para fazer o Inter voltar a ganhar títulos”, prometeu, antes de mostrar confiar no título do Brasileirão:

“Vamos buscar o título nessas 11 rodadas. Se não der, vamos buscar a vaga direta na Copa Libertadores da América. A meta é grande para, talvez, ser satisfatória uma classificação na Libertadores”.

Em 4° com 47 pontos, o Inter volta a campo na quinta-feira, 19h, diante do Ceará, fora de casa.

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Inter em tempo real. (Clique Aqui)