Notícias do Inter e notícias do Grêmio | Zona Mista

Ídolo do Inter, Abel sofre com a perda do filho: “Minha mulher nunca mais sorriu”

Há mais de dois anos, o ídolo colorado e ainda técnico de futebol, Abel Braga, experimentava a maior dor de um ser humano: a perda de um ente querido. Por um acidente doméstico, o seu filho João Pedro, de 19 anos, caiu da janela do apartamento no Rio de Janeiro e veio a falecer.

Em entrevista ao “Abre Aspas”, do Globoesporte.com, Abelão voltou a falar sobre a tristeza que ainda lhe acompanha e os efeitos que a perda causou na família:

“A saudade não vai passar nunca. Lágrimas aparecem em alguns momentos, inesperadas, de repente, quando a gente olha alguma das inúmeras fotos em casa. Mas o futebol me deu um apoio infinito naquele momento. E continua dando. Nunca pensei que viveria o que vivi. Nunca mais vi minha mulher sorrir da maneira como ela sorria. Muita gente na família ficou diferente. Mas a gente vai levando, vai lembrando, vai tentando acreditar que ele está em um lugar melhor. Ninguém me afirmou isso com certeza. Essa resposta eu ainda não tive. E eu pergunto todos os dias”, lamentou Abel.

O técnico lembra que se amparou no futebol para não “desabar”. Ele recorda a forma como foi acolhido pela torcida do Sport, adversário do seu Fluminense dias depois da morte do filho.

“Sempre fui ao Recife jogar contra o Sport, trabalhei duas vezes no Santa Cruz, fomos bicampeões pernambucanos, e a torcida do Sport não gosta de mim de jeito nenhum. E, cara, aqueles caras me prestaram uma homenagem… O Luxemburgo era o treinador. Levantou do banco, veio, me tirou do meu banco, nos postamos juntos no hino nacional, e o que a torcida fez foi fantástico. A coisa mais incrível que vi na vida foi aquele minuto de silêncio da torcida do Fluminense. E, para coroar, ainda houve aquele abraço coletivo dos jogadores do Santos. A dor não diminuiu e não vai diminuir nunca”, acrescentou.

Pelo Inter, Abelão foi o responsável pelas grandes glórias de 2006: a Libertadores, que nesta sexta completa 13 anos, e o Mundial de Clubes da Fifa.

Estamos no Telegram e WhatsApp (Link)

    Estamos também no Telegram:
  • Clique aqui para entrar no grupo para acompanhar as notícias do Inter
    Estamos também no WhatsApp:
  • Clique aqui para entrar no grupo 24 para acompanhar as notícias do Inter.
  • Clique aqui para entrar no grupo 22 para acompanhar as notícias do Inter.
  • Clique aqui para entrar no grupo 15 para acompanhar as notícias do Inter.

Publicidade