Guerrinha diz que primeira gestão de Barcellos foi um “caos” e vê presidente “obrigado” a ganhar

Jornalista é um crítico de longa data da gestão do presidente colorado Alessandro Barcellos

Publicidade

Conhecido por ser crítico da gestão de Alessandro Barcellos no Inter, o jornalista e comentarista Adroaldo Guerra Filho, o Guerrinha, fez nesta segunda-feira a sua primeira consideração desde a reeleição do atual mandatário em disputa vencida sobre Roberto Melo, no sábado, na eleição colorada. Para Guerra, Barcellos está “obrigado” a ganhar títulos neste seu segundo período, que vai até 2026.

“Os três primeiros anos foram um caos. O Inter não ganhou nada e se apequenou como time de futebol, não como clube. Agora ele tem mais três anos e é obrigatório que ganhe. O torcedor colorado está machucado, precisa ganhar. Que o Barcellos consiga achar parceiros para chegar às vitórias. Acho que o Coudet e o Magrão continuam. Que essas pessoas ajudem a fazer o Inter a voltar a ser grande como time de futebol. Hoje não tem sido”, declarou Guerrinha, no programa “Sala de Redação”.

Barcellos quer Inter unido

Em um dos seus primeiros discursos após vencer Roberto Melo, Barcellos pregou união no Inter e falou da necessidade de todos os movimentos estarem juntos:

“Valor importante do clube do povo, da nossa gente, da nossa torcida, que soube compreender as dificuldades dos primeiros anos com uma gestão comprometida com o futuro do clube e não com o passado. O passado não tem dono. O passado é dos colorados. Essa eleição nos dá oportunidade agora de juntarmos os colorados, de estarmos unidos todos nós, para que as coisas comecem a acontecer como a gente quer e para que os títulos venham”, disse o presidente.

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Inter em tempo real. (Clique Aqui)