Grêmio confirma que está buscando atacantes no mercado e fala sobre Michael e Moisés

Diretor de futebol Antonio Brum falou sobre o tema em entrevista coletiva nesta quinta

Publicidade

Em nome do departamento de futebol do Grêmio, o diretor Antonio Brum concedeu coletiva na tarde desta quinta-feira para tratar de detalhes vinculados ao clube e projetar a continuidade da temporada. Ele, por exemplo, confirmou que a direção busca atacantes para que o elenco seja reforçado a partir da reabertura da janela no começo de julho.

Durante o dia, circulou a informação de que um dos nomes pretendidos seria o de Moisés, de 26 anos, do Fortaleza, que largou em alta no Brasileirão sendo o artilheiro até agora com 3 gols. Ele, aliás, renovou com o atual time até o fim de 2025. Segundo Brum, nem ele nem Michael (foto), do Al-Hilal, estão com tratativas em andamento:

“O Grêmio procura atacantes e pode ser que no meio da temporada a gente acrescente nesta posição. O Grêmio no momento não conversa com ninguém de forma mais avançada, apenas monitoramos e estamos atentos a todas as possibilidades. Não temos nada com estes jogadores. O Grêmio está monitorando, mas não temos nada com estes jogadores, nenhuma conversa mais aprofundada”, afirmou Brum.

Os últimos reforços do Grêmio na temporada foram Nathan e André Henrique e ambos já estão sendo utilizados por Renato nas partidas. A carência maior segue sendo nas pontas, onde o treinador admite estar sentindo falta de um jogador com as características de “quebrar as linhas” da defesa adversária.

Grêmio volta a jogar no domingo

Com a expectativa dos retornos de Brenno, Reinaldo e Pepê, o Grêmio, que é o 7° colocado da tabela com 6 pontos em três jogos, volta a atuar pelo Brasileirão neste domingo, 18h30, frente ao time do Bragantino, na Arena, em Porto Alegre.

Leia mais notícias:

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas