Gestão que assumir o Inter terá que decidir o futuro de seis jogadores que voltam de empréstimo

Alessandro Barcellos e Roberto Melo disputam a preferência do sócio no próximo dia 9

Publicidade

Vivendo um processo eleitoral na disputa presidencial entre Alessandro Barcellos e Roberto Melo, o Inter terá uma primeira missão assim que virar o ano, independentemente da chapa eleita. Seis jogadores emprestados para outros clubes ao longo de 2023 vão retornar de empréstimo e precisarão de uma definição em relação ao futuro.

Três deles são criados nas categorias de base do Inter, casos do lateral-direito Heitor, que está no Mirassol-SP, do atacante João Peglow, que está no Sport Recife e do centroavante Matheus Cadorini, que vem jogando no Ituano. Todos eles estão disputando a Série B.

Veja também:
1 De 5.995

Completam a lista o lateral-esquerdo Paulo Victor, emprestado ao Ceará e o volante Gabriel Baralhas, cedido novamente ao Atlético-GO. Quem fecha o grupo é o atacante David (foto), recentemente campeão da Copa do Brasil com a camisa do São Paulo.

Inter com mais quatro partidas pelo Brasileirão

Sem grandes objetivos no restante do campeonato, o Inter, que vem de derrota de 3×0 fora de casa para o Palmeiras, tem mais quatro partidas até o final do ano. O time está no 13° lugar com 43 pontos e recebe o Bragantino, no dia 26, um domingo, no Beira-Rio. Depois, visita Cuiabá e Corinthians e depois fecha a temporada em casa contra o Botafogo.

Canal WhatsApp - Zona Mista Inter

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas