Força máxima contra o Brasiliense e transição em jogo que vale taça: o planejamento do Grêmio para as próximas semanas

Vice-presidente de futebol Marcos Herrmann detalhou o plano do time em coletiva neste domingo

Publicidade

Após iniciar o Brasileirão com derrota de 3×2 para o Ceará fora de casa, neste domingo, o Grêmio, na pessoa do seu vice-presidente de futebol Marcos Herrmann, detalhou como será o planejamento nas duas próximas semanas envolvendo a disputa da Copa do Brasil e também da Recopa Gaúcha.

LEIA MAIS – Cobrado por torcedores, Ruan admite que não foi bem em derrota do Grêmio: “Errei, assumo e vamos melhorar”

O dirigente assegurou que o clube mandará força máxima nos dois jogos contra o Brasiliense – quarta, na Arena, às 16h30 e depois na outra quinta, no mesmo horário, no DF. Os jogos são válidos pela terceira fase do torneio mata-mata.

No meio das partidas, o Grêmio poderá ganhar a sua segunda taça oficial em 2021. Para isso, precisará vencer o Santa Cruz – campeão da Copa FGF em 2020 – na disputa da Recopa Gaúcha. O duelo, segundo Herrmann, será às 12h do próximo domingo, dia 6, também na Arena. Os titulares ganharão folga, e o time de transição estará em campo.

“Recopa Gaúcha pretendemos jogar com o time de transição reforçado, jogaremos sério. Temos que dar uma equilibrada para não gerar um desgaste excessivo. E vamos com um time muito forte contra o Brasiliense”, adiantou o dirigente.

Para essas três partidas, além dos atletas que estão com Covid-19, o Grêmio também não terá o goleiro Brenno e o volante Matheus Henrique, ambos convocados para os compromissos da Seleção Pré-Olímpica. Pelo Brasileirão, o tricolor folga no fim de semana que vem por conta do jogo adiado contra o Flamengo, que obteve a solicitação da CBF por conta do alto número de atletas convocados.

Confira mais declarações do vice de futebol Marcos Herrmann depois de Ceará 3×2 Grêmio:

“O Jean Pyerre ajudou a nós fazermos um segundo tempo melhor que o do Ceará. Estamos com bastantes esperanças de fazer um ótimo Brasileirão com ele”
.
“A estreia do Douglas Costa ainda não está estabelecida. Quando o Tiago Nunes o resolver escalar, vai colocar em campo”
.
“O gramado estava bem ruim. Estava pros dois, claro, mas o Ceará está acostumado com isso. Mas o gramado estava ruim”
.
“No meu ponto de vista, nós temos um plantel bastante bom. Essa coisa de preservar, colocando um time inteiro reserva, não está no nosso vocabulário”
.
“Seguimos todos os protocolos, mas aconteceu (casos de Covid-19). Nos prejudicou demais hoje. Hoje bateu também no ponto de vista psicológico. Mas temos que tocar a vida”

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)