Ex-Grêmio, Roger Machado discorda sobre “não ter dado certo” na carreira de técnico e defende Felipão

Antigo lateral-esquerdo e treinador falou sobre o tema em entrevista ao jornalista Duda Garbi

Em entrevista concedida ao jornalista Duda Garbi, no YouTube, o técnico Roger Machado, que atualmente se encontra livre no mercado, discordou do rótulo de que “não deu certo” na carreira de treinador. Seu último clube foi o Fluminense, de onde foi demitido durante a disputa do Brasileirão de 2021.

“Primeiro a gente precisa identificar o que é a relação de ‘dar certo’. Se a relação for ser o primeiro sempre, e eu já fui algumas vezes, é o que ambiente externo utiliza como referencial de capacidade ou não. Mesmo em outros momentos, acaba definindo que quem já ganhou questões relevantes não é bem sucedido. A relação de sucesso muda com a conveniência. Precisamos definir o que é sucesso”, opinou.

Roger antecedeu Renato Portaluppi no comando do Grêmio e fez um trabalho elogiado entre 2015 e 2016. Antes, treinou Juventude e Novo Hamburgo. Depois, esteve em Atlético-MG, Palmeiras, Bahia e, claro, o Fluminense.

Na continuidade da entrevista, o treinador também fez muitos elogios a Felipão e o defendeu das críticas de “ultrapassado”:

“Pra mim o Felipão é um dos três maiores do futebol brasileiro. Infelizmente 2014 jogou uma nuvem de dúvida sobre ele e sobre uma geração que prestou muito serviço ao futebol. Mas ele continuou ganhando. Campeão na China, mas aí diziam que era liga secundária. Veio pro Brasil, seguiu vencendo pelo Palmeiras”, comentou.

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Notícias do Grêmio em primeira mão:

Veja também:

1 De 6
Comentários
Loading...