fbpx

Especialista em leitura labial conclui análise de imagens e revela o que Rafael Ramos disse para Edenilson

Situação negativa envolvendo os dois jogadores marcou o fim de Inter 2x2 Corinthians

Consultado pela Rádio Gaúcha durante o programa Timeline desta segunda-feira, o perito judicial Roberto Meza Niella, especialista em leitura labial e diretor de consultoria pericial, afirmou que, após analisar as imagens, o lateral-direito do Corinthians, Rafael Ramos, falou sim a palavra “macaco” para o jogador colorado Edenilson. Irritado, o atleta do Inter chegou a parar o jogo para reclamar ao árbitro Bráulio da Silva Machado no fim do empate em 2×2 no Beira-Rio.

“Eles estão de frente para a câmera e é possível ler o posicionamento dos lábios do Ramos. Podemos identificar de forma tênue a frase que todo mundo está dizendo, que é a palavra “macaco”. E vem na sequência um palavrão que não fica muito claro na definição dos lábios dele. Temos que tomar esse cuidado, mas me parece que é “do c…”. A frase completa seria ‘macaco do c…'”, disse Niella.

No entanto, a análise oficial com laudo a partir da análise das imagens só virá a partir do trabalho do Instituto Geral de Perícias (IGP), que já foi acionado pela Polícia Civil para o caso. Não há prazo definido para a conclusão do material.

“Cada som da nossa fala tem características articulatórias e fonológicas muito particulares, o que permitem, dependendo da qualidade da imagem, identificar o que a pessoa diz naquele determinado momento.  Tivemos acesso a todos eles e fizemos uma análise passo a passo, quadro por quadro, daqueles vídeos para poder determinar o que foi dito pelo jogador do Corinthians. No posicionamento dos lábios é completamente diferente. Não existe nenhuma possibilidade dele ter falado a palavra ‘mano’. Nos lábios dele são bem claros nos fonemas quando fala a palavra ‘macaco'”, acrescentou o especialista.

Por conta desse episódio, Ramos foi detido pela polícia em uma sala do Beira-Rio e só foi liberado já na madrugada de sábado para domingo após pagamento de fiança no valor de R$ 10 mil.

VEJA MAIS – Daniel e Moisés comentam denúncia de Edenilson sobre racismo de Rafael Ramos, do Corinthians:

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas