Em nota, Renato detona “lacradores” e nega ter criticado Fernando Diniz: “Aqui vai um desabafo”

Treinador do Grêmio negou ter feito críticas a Fernando Diniz, treinador do Fluminense

Publicidade

Após a repercussão da sua fala se dizendo “totalmente contra” o estilo de Fernando Diniz, em entrevista dada ao podcast “Joga com a dez”, o técnico Renato Portaluppi soltou uma nota oficial nesta quinta-feira negando ter feito críticas. Ele reclamou dos “lacradores” da internet que só querem cliques e afirmou que respeita o modo de trabalho do treinador do Fluminense.

“Está cada dia mais difícil falar de futebol aqui no Brasil. Então, aqui vai um desabafo e um esclarecimento para aqueles “entendidos” de plantão que gostam de um clique. Em nenhum momento eu critiquei o Fernando Diniz. Dei apenas a minha opinião quando fui questionado. Nada além disso. Resgato aqui o que disse no podcast: respeito muito o estilo do Diniz, mas não faria igual. É apenas a minha opinião e o meu jeito de ver futebol. Não é uma crítica ao estilo dele como alguns “lacradores” estão colocando”, declarou Renato, em nota publicada pelo Globoesporte.

Em alta, Fernando Diniz disputa nesta sexta-feira com o Fluminense a grande final do Mundial de Clubes. Pela frente, terá o poderoso campeão europeu Manchester City, treinado por aquele que para muitos é o melhor do mundo, Pep Guardiola.

Diniz
Fernando Diniz tenta vencer o Mundial com o Fluminense – Reprodução / Marcelo Gonçalves / Fluminense

O que disse Renato no podcast?

No podcast apresentado por sua própria filha, Carol, Renato disse as seguintes palavras sobre o estilo de jogo proposto por Diniz:

“Cada treinador tem sua cabeça, tem os seus pensamentos, suas ideias. Ele tem um estilo de jogo que é bonito, mas em primeiro lugar você tem de ter os jogadores para fazer isso. É um estilo dele, e isso é uma qualidade dele. É bonito, mas é arriscado”, iniciou.

“Eu sou totalmente contra o estilo de jogo dele. É uma roleta-russa. Saiu jogando bonito, todo mundo aplaude. Errou, é gol. Esse risco eu não corro, jamais vou correr. Do jeito que o time dele joga, o adversário sempre vai armar uma arapuca para roubar essa bola. Isso tem acontecido bastante e eles têm tomado gol ou sofrido ameaças. Fez e deu certo, é bonito. Errou? Perdeu o jogo”, finalizou Renato, na ocasião.

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)