Notícias do Inter e notícias do Grêmio | Zona Mista

Em alta no Santos, Sasha volta a falar do Inter e revela grande arrependimento

A boa fase de Eduardo Sasha com a camisa do Santos contrasta com o que o próprio atacante viveu há três anos. Ele era um dos principais jogadores do Inter na trágica campanha que culminou no inédito rebaixamento do clube – e que ainda acompanha a carreira de todos os atletas que faziam parte daquele plantel.

Em entrevista concedida ao UOL, o jogador revela um grande arrependimento: ter jogado parte daquela campanha no “sacrifício”, sentindo muitas dores no mesmo lugar, o tornozelo direito. Na cabeça de Sasha, ele ajudaria o time a ganhar algumas partidas, ficar tranquilo na tabela e aí sim pararia para tratar. Mas isso não aconteceu.

“Muita gente só vê o que acontece dentro do campo. Se tu não tiver bem, tu é julgado de qualquer forma. Às vezes, pode estar acontecendo alguma coisa que muita gente não sabe. Naquele momento, era isso. Ninguém falava, ninguém comentava, mas eu e o pessoal lá dentro sabíamos que eu não estava 100%, que eu precisava operar. Isso já era desde o meio do ano, antes de começar a sequência ruim. Logo no início, começou a incomodar e a gente viu que tinha que operar. Só que eu falei: ‘Ah, vou esperar a gente voltar a vencer, ganhar uns pontos, ficar mais tranquilo e aí eu pego e paro’. Não foi o que aconteceu. Eu fui levando daquela forma e isso acabou pesando mais para o meu lado”, disse.

“Pelas circunstâncias em que se encontrava o clube naquele momento, eu preferi tentar daquela forma, o máximo que eu podia. Eu fui muito crucificado por isso, porque, às vezes, eu não estava 100%, mas queria estar lá pra ajudar a sair daquela situação, mas as coisas não estavam acontecendo”, completou o titular do Santos.

Ele relembra que, naquela época, deixou de ter vida social e recebeu muitas ameaças de torcedores via internet.

“Treino, casa, casa, treino. Não tinha nada de sair pra jantar. Não tinha clima para as pessoas me verem na rua porque torcedor, hoje, é assim: se o clube está ruim, eles não querem que tu tenha uma vida social, não querem que tu saia pra jantar. Tu tem que viver pro clube”.

Mas Sasha, no entanto, permaneceu no Beira-Rio para a temporada seguinte e auxiliou durante a disputa da Série B, sendo titular sob comando de Guto Ferreira. Em 2018, ele acertou a sua transferência para o Santos.

Estamos no Telegram e WhatsApp (Link)

    Estamos também no Telegram:
  • Clique aqui para entrar no grupo para acompanhar as notícias do Inter
    Estamos também no WhatsApp:
  • Clique aqui para entrar no grupo 24 para acompanhar as notícias do Inter.
  • Clique aqui para entrar no grupo 22 para acompanhar as notícias do Inter.
  • Clique aqui para entrar no grupo 15 para acompanhar as notícias do Inter.

Publicidade