Distante de Coudet e com Aguirre fora dos planos, Inter tem Vojvoda e Roger Machado como “realidades”

Comissão técnica colorada deverá passar por novas mudanças para a temporada que vem

Seja por convite do Uruguai ou seja por escolha do próprio clube, o técnico Diego Aguirre não deverá continuar no Inter para a próxima temporada. Os maus resultados recentes no Brasileirão desgastaram o seu trabalho junto à direção, que já passa a pensar em novas possibilidades para o projeto de 2022.

Eduardo Coudet, com quem o presidente Alessandro Barcellos tem boa relação, seria o grande “sonho” da atual gestão. No entanto, o argentino tem contrato até 2024 com o Celta de Vigo e possui multa alta, algo que ele próprio relembrou em coletiva na última segunda-feira.

Segundo o UOL Esporte, o Inter já fez um contato com o argentino Juan Vojvoda, que ficou em evidência pela campanha com o Fortaleza em 2021. Como deve classificar o time para a Libertadores, ele tem cláusula automática de renovação e, assim, também passa a ter multa rescisória.

No caso de Vojvoda, uma das preocupações de uma ala diretiva do Inter é a nova ruptura de estilo de jogo que não deu certo quando tentada pelo espanhol Miguel Ángel Ramírez, demitido do colorado com cerca de 100 dias de trabalhos e resultados bem discretos.

Outro nome especulado é Roger Machado, que já declarou que trabalharia normalmente no Inter apesar do seu passado vitorioso no rival Grêmio. O treinador está livre no mercado desde que saiu do Fluminense e, em tese, teria negociação mais simples de ser feita.

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Notícias do Inter em primeira mão:

Veja também:

1 De 6
Comentários
Loading...