fbpx

Direção do Inter autoriza negociação com clube árabe, mas Dourado não demonstra interesse em sair

Volante colorado não se entusiasmou com a ideia de jogar no Damac FC, da Arábia Saudita

Antes mesmo de oficializar a sua maior venda da história com Yuri Alberto indo para o Zenit, da Rússia, o Inter já convivia com outra proposta do exterior por um jogador do atual grupo. Rodrigo Dourado, volante do elenco profissional desde 2015, foi alvo de oferta do Damac FC, da Arábia Saudita, mas o próprio atleta não demonstrou interesse em deixar o Beira-Rio.

De acordo com informações dadas pelo portal Globoesporte.com, a direção colorada autorizou os árabes a negociarem diretamente com o volante e a proposta era na casa de 1 milhão de euros, algo como R$ 6 milhões. O jogador não quis avançar nas conversas.

Após superar uma grave lesão no joelho, Dourado foi titular absoluto com Abel Braga e também jogou com Miguel Ángel Ramírez e depois Diego Aguirre na casamata. Agora, com Alexander Cacique Medina, foi titular na vitória sobre o Juventude fora de casa e virou reserva no triunfo contra o União Frederiquense, em Porto Alegre.

Dourado, voltando alguns meses, teve o nome citado no polêmico áudio do coordenador da preparação física do clube até aquele momento, Paulo Paixão. A gravação vazada mostrava Paixão sugerindo “permuta” com jogadores como Patrick, Dourado e Cuesta. Dos três, só o primeiro saiu rumo ao São Paulo.

O volante de 27 anos soma 293 partidas pelo Inter, com 17 gols, sendo que do atual elenco só atuou menos pelo clube que D’Alessandro (518). O vínculo de Dourado vai apenas até dezembro de 2022.

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas