fbpx

Direção do Grêmio liga venda de Léo Chú à chegada de Campaz e vê Ferreira pronto para retornar ao time

Vice-presidente de futebol Marcos Herrmann concedeu declarações à Rádio Gre-Nal nesta segunda

Após desempenhar um bom Brasileirão de 2020 com a camisa do Ceará, Léo Chú voltou ao Grêmio com uma expectativa de manter o alto nível e, quem sabe, brigar em igualdade de condições pela titularidade. O início foi animador com um golaço no primeiro Gre-Nal da temporada, na Arena, mas a continuidade foi de altos e baixos e o clube, recentemente confirmou a sua venda ao Seattle Sounders, dos EUA.

Para o vice-presidente de futebol Marcos Herrmann, conforme declarações dadas nesta segunda-feira à Rádio Gre-Nal, esta negociação está possibilitando a contratação do meia-atacante colombiano Jaminton Campaz, de 21 anos, que chega do Tolima, da Colômbia, por cerca de R$ 21 milhões.

“A venda do Léo Chu foi o que tornou viável a vinda do Campaz”, resumiu o dirigente.

A saída de Léo Chú gerou ao Grêmio o valor de 2,5 milhões de dólares – R$ 12,9 milhões na cotação atual -, e o time gremista fica com 20% de mais-valia, ou seja, fatia de futura venda. O contrato de Chú nos EUA será de quatro temporadas.

Ferreira pronto para voltar ao Grêmio

Na mesma entrevista, Herrmann evitou cravar que Ferreira (foto) irá estar na partida de quarta-feira, 21h30, na Arena, pela ida das quartas de final da Copa do Brasil, contra o Flamengo. Mas indicou o avanço do jogador em sua recuperação da lesão no joelho:

“O Ferreira está treinando normalmente, conversamos com ele e se vai jogar quarta-feira é decisão do treinador. Está bem, já corre e está treinando”, confirmou.

Demora no anúncio de Campaz

Sobre a chegada do colombiano, que está em Porto Alegre desde a última quarta-feira, Herrmann responsabilizou a burocracia e a inacabável troca de documentos pela demora no anúncio oficial do jogador. Para tê-lo contra o Flamengo, o prazo máximo para inscrição é nesta terça.

“Burocracia pura. Papelório. São muitas pontas a serem atendidas. O Tolima, uma escola de futebol, exigências que já foram atendidas. Então é papelório que estamos correndo atrás. Estamos trabalhando para que ele possa estar no BID e à disposição na quarta. Fisicamente ele está muito bem, é um jogador muito forte”, considerou.

Com o Grêmio, o contrato de Campaz será válido por quatro temporadas.

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas