De saída do Inter, Rodrigo Caetano tem nome ventilado no Grêmio e diz ter futuro indefinido

Executivo de futebol colorado faz a sua última partida na gestão no clube neste domingo contra o Bahia

Publicidade

Dentre as poucas certezas que já se tem sobre o 2021 do Inter, uma delas é de que o executivo de futebol Rodrigo Caetano não continua no clube. Ele fez uma coletiva de despedida no meio da semana e realiza a sua última partida como dirigente colorado no domingo, dia 27, fora de casa, frente ao Bahia, pelo Brasileirão.

O futuro do profissional de 50 anos ainda é uma incógnita. Ele garante que não recebeu convites e que preferiu, por respeito ao Inter, evitar conversas em meio ao contrato. E, da Rádio Guaíba, através do repórter Rafael Pfeiffer, a informação é de que o seu nome vem circulando nos bastidores do Grêmio.

Caetano praticamente iniciou a carreira de executivo no Grêmio entre 2005 e 2008. Atualmente, o tricolor não tem um profissional para esta função desde a saída de Klauss Câmara, demitido depois de uma derrota para a Universidad Católica na Libertadores em 2020. Perguntado sobre o tricolor na coletiva de despedida ao Inter, Caetano negou:

“Não tive nenhum tipo de convite de nenhum clube, muito menos do Grêmio, até o momento, é claro”, disse, antes de concluir:

“Não era justo da minha parte pensar em outro local sem ouvir dele (Alessandro Barcellos) qual seria o planejamento. Deixar muito claro que não tenho nenhum acordo com nenhum clube e nem poderia ter. Não deixando de lado tudo que eu tenho pra fazer até o jogo contra o Bahia, é óbvio que, em algum momento, vou ter que pensar no futuro”.

Pfeiffer ainda lembra, na sua informação, que o nome de Caetano não é unanimidade dentro do Grêmio e que outros profissionais estão sendo cogitados. Mas é provável que o tricolor volte a ter um executivo de futebol específico em 2021. Atualmente, o cargo é dividido entre o gerente-administrativo Marcelo Rudolph e o vice de futebol Paulo Luz.

Além de Grêmio, no início da carreira, e Inter desde maio de 2018, Caetano também passou na carreira por clubes do Rio de Janeiro como Vasco, Fluminense e Flamengo.

Veja os tuítes do repórter Rafael Pfeiffer, da Rádio Guaíba:

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)