Damião diz que pessoas do próprio Inter não entendiam a sua volta em meio à Série B: “Eu queria ajudar”

Centroavante largou o Flamengo no meio de 2017 para ajudar o colorado no momento delicado

Publicidade

Mesmo em uma posição confortável no elenco do Flamengo, disputando competições de maior nível, o centroavante Leandro Damião topou deixar o badalado elenco rubro-negro no meio de 2017 para voltar ao Inter no seu momento mais difícil: em meio à árdua disputa da inédita Série B na história colorada.

Atualmente jogador do Kawasaki Frontale, do Japão, o atleta de 31 anos revelou em entrevista ao jornalista Luciano Potter que até mesmo pessoas de dentro do Inter não compreendiam a sua decisão na época:

Veja também:
1 De 6.003

“Quando deixei o Flamengo, até mesmo pessoas do próprio Inter não entendiam e me diziam: “Meu, que tu veio fazer aqui? Não está vendo como estão as coisas aqui?”. E eu dizia que tinha vindo justamente pra ajudar, que eu tinha uma história ali dentro e que queria ajudar a mudar o que estava acontecendo”, declarou.

E ajudou. Como um dos principais jogadores, Damião foi fundamental no acesso e ficou até o fim de 2018 – na Série A daquele ano, ultrapassou 100 gols com a camisa colorada e chegou a 108, sendo o 10° maior artilheiro da história do clube. Do Japão, a sua torcida é pelo título brasileiro:

“Dá não, vai ser campeão. É um time muito competitivo, muito concentrado no que vai fazer. Eu torço pra ser campeão, sim. Tô aqui na torcida. Às vezes meus amigos mandam mensagem: ‘E aí, e teu Inter?’ e eu digo ‘vai ganhar, vai ser campeão’. É uma brigaria danada no WhatsApp. Tô na torcida, tem muitos jogadores que gosto muito e vou vibrar muito daqui”, terminou.

Veja a íntegra de entrevista:

Canal WhatsApp - Zona Mista Inter

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas