Coudet quebra o silêncio, confirma que vai sair do Racing e fala sobre o Inter

Publicidade

Em entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira, o técnico argentino Eduardo Coudet confirmou aquilo que muitos já esperavam. Ele não vai continuar comandando o Racing após o mês de dezembro e deu prioridade para o Inter a partir de janeiro da temporada de 2020.

“Já comuniquei ao presidente que entendo ter cumprido um ciclo no Racing. Em setembro disse ao (gerente) Diego Milito para ser honesto com o clube e dar tempo de procurar outro técnico”, destacou.

Ele evitou cravar que vai treinar o Inter em 2020, mas falou em “prioridade”, o que leva a crer que estará sim no Beira-Rio no ano que vem.

“Não posso dizer que estarei no Inter nem que não estarei. Dei minha prioridade caso venham me buscar novamente”.

Há cerca de dois meses, o Inter esteve na Argentina negociando com Eduardo Coudet, quando encaminhou o acerto para 2020. Neste intervalo de tempo, fechou com Zé Ricardo até o fim do Brasileirão.