Coudet deu presente para Barcellos antes das eleições e celebrou resultado: “Sabia que daria certo”

A tendência é que Eduardo Coudet continue no Inter após a vitória de Barcellos

Publicidade

Embora não tenha aberto publicamente ao longo da reta final do Brasileirão, o técnico Eduardo Coudet estava, sim, torcendo pela vitória de Alessandro Barcellos nas eleições presidenciais do Inter em disputa contra Roberto Melo. Nesta segunda-feira, o presidente reeleito concedeu entrevista à TV Bandeirantes, no programa Os Donos da Bola-RS, dando bastidores da relação dos últimos dias com Chacho.

Coudet, como uma forma de desejar “boa sorte” no pleito do último sábado, deixou um presente bem específico para Barcellos depois do jogo contra o Botafogo em casa na quarta-feira. Em seguida, foi de carro para a Argentina para passar alguns dias com a família antes de tomar a decisão sobre o seu 2024.

“Me disse boa sorte e depois disse ‘parabéns, sabia que ia dar certo’. Na saída do jogo do Botafogo, me desencontrei com ele. Eles foram de carro para Buenos Aires. Eu até disse: ‘Vai viajar de madrugada?’. E ele falou que pararia no meio do caminho. Depois, quando eu estou indo embora, vejo que tem um cachecol para mim que foi dado por ele, para dar boa sorte na eleição. Isso mostra como ele estava preocupado com o ambiente de eleição. Espero que isso seja um ativo importante nas nossas tratativas”, contou Barcellos.

Presidente do Inter quer acertar esta semana a renovação com Coudet

Sem “plano B” no momento, Barcellos espera acertar oficialmente a renovação com Coudet já nesta semana, até para acelerar o planejamento de 2024:

“Sem dúvida, a manutenção do Coudet é uma prioridade para nós. Mesmo sem pré-temporada e sem participar da montagem do elenco, ele topou o desafio que não era fácil, mas era importante. De cara, pegou um River Plate favorito na Libertadores. E ele evoluiu ao longo do tempo. Antes da eleição, ele tinha feito contato comigo. Estava preocupado. E essa preocupação dele dá indicativo importante de que agora ele poderá tomar a sua decisão. Pediu alguns dias para conversar com a família, mas não se trata de propostas de outros clubes. São questões dele. Conversamos depois da eleição sim e vamos, nesta semana, dar um passo importante”, finalizou.

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Inter em tempo real. (Clique Aqui)