Coudet admite “dor ainda aberta” por queda na semi da Libertadores: “Estivemos muito perto”

Treinador argentino do Inter voltou a falar da queda na Libertadores para o Fluminense

Publicidade

Após a goleada de 7×1 sobre o Santos, no Beira-Rio, pelo Brasileirão, o técnico do Inter, Eduardo Coudet, também tratou de outros assuntos em coletiva e relembrou novamente a traumática queda para o Fluminense na semifinal da Libertadores. Chacho reconheceu se tratar de uma “dor ainda aberta” pela queda.

E foi mais além, ao avaliar que o Inter era o time que “melhor chegava” entre os quatro semifinalistas – do outro lado da chave, o Boca Juniors eliminou o Palmeiras em São Paulo ao ganhar nos pênaltis:

Veja também:
1 De 5.995

“Estivemos muito perto. É uma dor ainda aberta. Não podemos deixar de lado, pois sigo sentindo que deveríamos estar na final. Por tudo. Pelo que demonstrou o time. Éramos o que melhor chegava entre os quatro semifinalistas. Mostramos enquanto clube. A maior festa foi aqui. Mas não avançamos. Temos que seguir jogando desta maneira e tratar de melhorar”, disse Coudet.

Coudet, agora, tem a missão de tentar fazer o Inter se classificar para a próxima Libertadores. A tarefa não é fácil, já que o colorado é apenas o 12° colocado do Brasileirão com 35 pontos. O próximo jogo é nesta quinta, 19h, fora, contra o Vasco.

Mais falas de Coudet após Inter 7×1 Santos:

Atuação do Inter e de Alan Patrick

Sou muito sincero, o time vem jogando muito bem. No último jogo, não fizemos como deveríamos. Acho que hoje deu certo o que preparamos. O Alan Patrick é um jogador que compreende muito bem o futebol e entende muito rápido o que pedimos para ele. Eu sei como é, trabalho a semana toda para jogar de um jeito. Crescemos todos na maneira de jogar

Aspectos do jogo

Quando você faz gol, começa a dominar outros aspectos do jogo. Espaço, tempo, se vamos acelerar ou não. Sinto que estamos jogando bem. O time jogou muito bem. A competência interna ressalta o nível individual. Estamos convencidos na nossa maneira de jogar. Para subir na tabela, é jogando dessa maneira. Somos um time valente

Eleições COLORADAS e renovação

Quero ser claro que estamos concentrados. Convivo todo dia com política de clube, vocês sabem da minha relação com o presidente. Pensamos no Inter e o Inter deve pensar no próximo jogo. Até dia 31 de dezembro eu visto a camiseta do Inter 100%

Situação na tabela

Reconhecemos que estamos numa posição ruim na tabela, mas acreditamos na nossa maneira de jogar para ganhar posições. Claro que podíamos estar mais acima na tabela, mas todos concordamos em abrir mão de algumas coisas pela Libertadores

Canal WhatsApp - Zona Mista Inter

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas