Clubes da Série A criam liga para organizar o Brasileirão e melhorar calendário; saiba o que diz a dupla Gre-Nal

Reunião nesta terça-feira na CBF trouxe o posicionamento dos clubes por mudanças no futebol

Em reunião realizada nesta terça-feira na sede da CBF, no Rio de Janeiro, 19 dos 20 clubes da Série A anunciaram a decisão da criação de uma liga para organizar o Brasileirão, além do desejo de terem maior protagonismo dentro das decisões tomadas pela entidade, como a montagem do calendário de jogos, por exemplo. Apenas o Sport, que teve a renúncia do presidente Milton Bivar, não assinou e o próximo mandatário do clube dará o posicionamento.

Os 20 clubes da Série B também foram convidados a integrar o movimento, do qual surgiu um documento oficial com demandas entregues à CBF – veja a íntegra do texto no fim da matéria. A ideia dos times é já organizar o Brasileirão do ano que vem, que, preliminarmente, poderia ser disputado em espaçamento maior – de fevereiro a dezembro – e com redução dos estaduais. Veja a manifestação dos presidentes da dupla Gre-Nal:

Romildo Bolzan, presidente do Grêmio:

“O viés basicamente está numa situação de melhorar as receitas, transformar o produto mais acreditado, que seja uma relação direta dos clubes com a Liga e que se permita melhores rendas, melhores vendas, melhores receitas para todos que participam da Liga. Construir uma liga basicamente para a organização do Campeonato Brasileiro, incluindo os clubes de Série A e B, os critérios de acesso, descenso, participação, ranking… tudo será construído a partir de agora”

Alessandro Barcellos, presidente do Inter:

“Tivemos uma reunião importante na CBF com os clubes da Série A, que informaram à entidade decisões tomadas no âmbito desses clubes. A primeira delas, entendendo o momento recente da entidade, a importância dos clubes serem mais protagonistas na gestão da entidade. Neste aspecto, os clubes pleitearam através de documento uma mudança estatutária para maior participação dos clubes na organização da entidade. Composição, peso de votos, estrutura estatutária que dificulta o papel dos clubes. O segundo ponto, também importante, o anúncio para a CBF da criação de uma Liga para organizar o Brasileirão incluindo o convite feito aos clubes da Série B. Objetivo é garantir novas receitas, aumentar o bolo de receitas, melhorar a vida financeira dos clubes e também a organização de um calendário que responda os interesses gerais das equipes”

A carta dos clubes à CBF:

“Por unanimidade dos presentes, 19 Clubes da Série A do Futebol Brasileiro – em razão de diversos acontecimentos que vêm se acumulando ao longo dos anos e que revelam um distanciamento total e absoluto entre os anseios dos clubes que dão suporte ao futebol profissional brasileiro e a forma como que é gerida a CBF – reunidos nesta data, decidiram adotar postulações e resoluções na forma abaixo elencada:

1. Requerer a imediata alteração estatutária que consagre uma maior participação dos Clubes nas decisões institucionais e na gestão da CBF, admitindo-se os clubes como filiados desta entidade;

2. Dentre os itens desta alteração estatutária, necessariamente deve ser incluída a votação igualitária nas eleições para escolha do Presidente e Vice-Presidentes da CBF, sendo certo que Federações e Clubes das Séries A e B terão seus votos contados de forma unitária e com o mesmo peso entre si;

3. Ainda no que se refere à alteração estatutária, inclui-se o fim dos requisitos mínimos para inscrição nas chapas concorrentes à eleição desta entidade, abolindo-se a necessidade de apoio de 8 (oito) federações e 5 (cinco) Clubes, permitindo-se o lançamento de chapas que tenham o apoio expresso de, ao menos, 13 eleitores independente de serem clubes ou federações;

4. Comunicar a decisão da criação imediata de uma Liga de futebol no Brasil, que será fundada com a maior brevidade possível e que passará a organizar e desenvolver economicamente o Campeonato Brasileiro de Futebol. Além dos Clubes signatários, os Clubes da Série B serão convidados a integrara a Liga.

Os clubes adotarão medidas efetivas para consumar a sua associação, para, de forma organizada, exercerem a administração do futebol brasileiro e do seu calendário.”

  • Clique aqui para entrar no grupo 26 para acompanhar as notícias do Grêmio.
  • Clique aqui para entrar no grupo 27 para acompanhar as notícias do Grêmio.