Chapéu? Empresário de Nikão fala em “enrolação” e rebate direção do Inter sobre desfecho do negócio

Meia-atacante Nikão esteve próximo do Inter, mas agora deve fechar com o São Paulo para 2022

Antes praticamente acertado com o Inter, Nikão viu a sua própria situação passar por uma reviravolta nas últimas horas e ficou bem mais perto do São Paulo, que topou fazer a transação que, no total, entre luvas e comissões, deve passar de R$ 10 milhões. A direção colorada se irritou com o empresário Paulo Pitombeira, que apresentou outra visão dos fatos.

A cúpula colorada se incomodou por, supostamente, Pitombeira ter pedido um valor a mais na sua comissão, dobrando para R$ 4 milhões quando, com o jogador, tudo estava acertado entre salário e tempo de contrato. Mas, de acordo com o empresário, o atrito foi a partir de uma “enrolação” do Inter.

O portal Torcedores.com destaca que, segundo o empresário, “a diretoria gaúcha vinha “enrolando” na assinatura do vínculo com o atleta e que o negócio estava encaminhado desde a virada do ano, mas que pequenas solicitações contratuais pedidas por Nikão não foram cumpridas pelos dirigentes com agilidade”.

Nikão estava bastante valorizado no mercado pelo que fez no Athletico principalmente em 2021, brilhando na conquista da Copa Sul-Americana com gol na final diante do Bragantino. Ele terminou o vínculo com o Athletico em dezembro.

Sem Nikão, o Inter já fechou oficialmente com três reforços para a temporada de 2022: os meias D’Alessandro e Liziero, e o atacante Wesley Moraes.

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Notícias do Inter em primeira mão:

Veja também:

1 De 6
Comentários
Loading...