Caso Gabriel: mistério do Grêmio deve acabar e clube indica futuro do jogador

Publicidade

O grande mistério atual do Grêmio ganhou um novo capítulo nesta semana. Sem atuar desde a temporada de 2013, quando rompeu os ligamentos do joelho em um treino em Salvador, na Bahia, o zagueiro Gabriel deve permanecer no clube mesmo depois do final do contrato, que vai somente até o final deste mês de dezembro.

De acordo com informações do portal UOL Esporte, o Grêmio já negocia com o jogador a sua transição para virar funcionário do futebol. Deste modo, o clube não cogita mais o seu retorno aos gramados. Estima-se que outras quatro cirurgias foram feitas no joelho para a correção da primeira, que prejudicou a cartilagem do local.

No entanto, o cargo a ser ocupado por Gabriel agora fora dos gramados e o seu salário ainda não foram definidos.

Até como forma de dar apoio ao atleta, o tricolor o comprou em definitivo junto ao Lajeadense e ainda em 2014 firmou um contrato longo, de cinco anos, já ciente da gravidade do caso. O que se comenta é que a primeira cirurgia foi malsucedida e gerou uma grave infecção no pós-operatório, comprometendo totalmente a cartilagem do joelho.

Gabriel mantém a rotina de fisioterapia e exercícios no CT do clube, com raríssimas entrevistas ou manifestações sobre o tema. Suas raras aparições públicas são nas comemorações dos títulos do clube, quando sempre é incluído pelos atuais jogadores.