Campeão da América pelo Grêmio, Adilson Batista deixa UTI após sofrer infarto: “Ganhei uma nova chance na vida”

Treinador atualmente está sem clube desde que deixou o Cruzeiro no meio do ano passado

Após sofrer um infarto na última quinta-feira e passar por dois cateterismos em hospital de Curitiba, o técnico Adilson Batista deixou a UTI e foi para o quarto, demonstrando melhora no seu quadro clínico. Em vídeo, ele agradeceu o tratamento recebido e o apoio de todos:

“Ganhei mais uma nova chance na vida. Gostaria de agradecer a Deus, aos médicos, pessoal da ambulância, da Unimed, os socorristas. Agradecer meus familiares, amigos, colegas, imprensa, clubes, milhares de pessoas que estão orando. Saí da UTI e vim para o quarto, deu tudo certo, graças a Deus”, declarou.

Adílson Batista tem 52 anos e está desempregado desde a demissão do Cruzeiro, em março de 2020. O clube mineiro, aliás, se pronunciou nas redes sociais e desejou “pronta recuperação ao grande cruzeirense Adilson Batista”.

Ex-zagueiro de muito combate e bom jogo aéreo, Adilson foi o “Capitão América” do Grêmio na conquista da Libertadores de 1995. Depois, como treinador, ajudou o tricolor a se livrar do rebaixamento em 2003 e ficou até a metade de 2004.

  • Clique aqui para entrar em um grupo de WhatsApp e acompanhar as notícias do seu time.

Utilizamos cookies. Ao continuar acessando este site você estará concordando com as políticas de privacidade. AceitarLer políticas

Políticas & Cookies