fbpx

Bracks explica caso de Marcos Guilherme, garante tudo “ok” com Guerrero e vê responsabilidade do Inter no Gauchão

Executivo de futebol colorado concedeu entrevista à Rádio Gaúcha na noite de sexta-feira

Um dos nomes mais falados no noticiário do Inter nos últimos dias foi Marcos Guilherme, que apareceu de titular na goleada de 6×1 sobre o Olimpia e se emocionou bastante em discurso pós-jogo. Para o executivo de futebol Paulo Bracks, o ressurgimento do jogador no time é fruto de trabalho “em silêncio e feito internamente”:

“É um trabalho que se faz em silêncio e muito internamente. Com o grupo estando unido e com objetivos iguais, um ajuda o outro. Ele não estava atravessando sua melhor forma física e técnica, mas nunca deixou de ter o respaldo nosso, dos companheiros, da comissão técnica e da direção”, disse o executivo à Rádio Gaúcha.

Marcos Guilherme tende a ser novamente titular neste sábado, 19h, diante do Juventude, pela volta da semi do Gauchão no Beira-Rio. Sobre este torneio, Bracks não nega a responsabilidade colorada:

“É um dos nossos objetivos da temporada, tentar conquistar o título do Gauchão, que faz anos que o Inter não conquista. Estamos focados, com o pé no chão e muita gana para fazer uma boa partida, chegar na final e vencer”, afirmou.

Guerrero, em recuperação de tendinite no joelho operado, segue de fora. Mas, passada a polêmica do pedido de rescisão, o jogador faz totalmente parte dos planos da direção:

“O grupo abraça o Guerrero, querem que ele se recupere logo. Já fez gol este ano, todos sabem da qualidade que tem. O Guerrero nunca saiu. Houve um mal entendido, uma nota do intermediário, mas tudo foi esclarecido em uma sala de reuniões. Atleta, presidente, agente e executivo, esclarecemos tudo dos dois lados”, encerrou Bracks.

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas