Borré explica gols perdidos em empate do Inter e projeta temporada: “Apenas começando”

Atacante teve boas chances para marcar, mas passou em branco contra o Belgrano

Publicidade

Ainda não foi desta vez que o atacante Rafael Borré experimentou a sensação de marcar o seu primeiro gol com a camisa do Inter. Titular do time nesta terça-feira contra o Belgrano, na Argentina, pela abertura da fase de grupos da Copa Sul-Americana, o jogador teve boas chances, mas não balançou as redes no jogo que terminou empatado em 0x0 no Estádio Mário Kempes.

Logo depois do confronto, Borré concedeu uma breve entrevista à emissora detentora dos direitos de transmissão e explicou as chances claras de gol que perdeu. E ainda relembrou que a temporada está “apenas começando”, com o time tendo margem de crescimento para o que vem pela frente.

“Uma partida dura, disputada. Tivemos situações, criamos algumas chances. Está apenas começando. Queremos crescer como grupo. Temos que seguir trabalhando para crescermos. Quando a bola quicava um pouco, fica rápido. Depois, tentei cabecear de primeira, mas são jogadas que ocorrem na partida”, disse Borré.

Na primeira partida após a queda para o Juventude na semi do Gauchão, o técnico colorado Eduardo Coudet promoveu mudanças no time titular. A formação inicial teve Rochet; Bustos, Vitão, Fernando, Renê; Thiago Maia, Bruno Gomes, Mauricio, Alan Patrick; Wanderson e Borré.

Borré em campo na quarta

Agora, o Inter retorna a Porto Alegre e terá uma semana de preparação até o segundo jogo da Sul-Americana, que será na quarta que vem, dia 10, às 21h, contra o Real Tomayapo, da Bolívia.