fbpx

Bolzan confirma esforço visando contratação de Campaz, admite contato por Keno e descarta volta de Wendell

Presidente gremista Romildo Bolzan Jr tratou de vários assuntos vinculados ao mercado nesta terça-feira

Em uma longa entrevista concedida à Rádio Bandeirantes na noite desta terça-feira, o presidente gremista Romildo Bolzan Jr abordou uma série de nomes ligados ao mercado da bola do Grêmio, admitindo o esforço do clube na tentativa de compra de Jaminton Campaz, colombiano de 21 anos, atacante, que pertence ao Tolima-COL. Já os nomes do atacante Keno e do lateral-esquerdo Wendell estão descartados neste momento. Confira as principais falas do presidente gremista à Band:

Campaz:

“É um jogador que temos uma dificuldade para contratar. O negócio nem chegou na fase da montagem, o clube precisa estar disposto a negociá-lo o que não existe ainda. Não dou a negociação como encerrada. O Tolima sinalizou que não quer vender. Nessa condição, a gente espera uma sinalização de desejo de venda, para formular uma proposta. Nós temos interesse nesse jogador. Sabemos tudo sobre ele. Temos olheiros na Colombia. Ele tem uma perspectiva boa de futuro. Mas o clube precisa querer vender ele. Precisamos fazer tudo aquilo que precisa ser feito para não cair. O preço disso é imensurável”

Keno:

“Tive uma conversa com o presidente do Atlético, ele me disse que esse atleta era inegociável e não avançamos”

Wendell:

“Nós temos outras prioridades pro elenco. Nós não estamos atrás de laterais esquerdos. Tivemos uma conversa, mas não avançamos, porque entendemos que não é prioridade. Não existe negociação. Mesmo sendo um jogador querido”

Matheus Henrique:

“Ele não volta a jogar. Chega, vai ser homenageado pelo desempenho das Olimpíadas, mas já parte pra assumir seu compromisso na Itália”

Ferreira:

“Ferreira está treinando aqui. Não temos nada sobre renovação. Se tiver outro negócio, que se faça. Mas por enquanto, ele está aqui. Se for o negócio de 8 milhões de euros, eu acho um valor adequado para o mercado dele. Então se algum clube vier pagar a multa, o que nos cabe é liberar. Não digo que não temos interesse em renovar com o Ferreira. Mas a proposta feita a ele, não foi aceita. Aquela proposta perdeu validade. Os fatos que vieram depois precisam pesar nessa negociação”

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas